Notícias

12/08/2019   12/08/2019 16h49 | A+ A- | 974 visualizações

Sedufsm ressalta paralisação deste dia 13 e convida para ato público

Adesão à greve nacional da educação foi aprovada em assembleias dos professores


13 de agosto: data da greve nacional da educação

A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) deverá ter a maioria de suas atividades paralisadas nesta terça, 13 de agosto, Dia Nacional de Greve da Educação. O protesto foi chamado inicialmente pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), e referendada por centrais sindicais e pelo ANDES-SN, em defesa do ensino público e também contra a reforma da previdência e outros retrocessos.

Em Santa Maria, os docentes deliberaram por paralisação nesta terça, 13, em assembleias que ocorreram semana passada nos campi de Santa Maria, Frederico Westphalen e Palmeira das Missões. Da mesma forma, os técnico-administrativos também aderem ao dia da greve. Já os estudantes realizam uma assembleia ao final da tarde desta segunda, 12.

Em relação à programação do Dia Nacional de Greve, em Santa Maria, um ato público organizado por diversas entidades está previsto para ocorrer a partir das 17h desta terça, na praça Saldanha Marinho. Antes disso, por volta de 14h, o Sindicato dos Técnicos (Assufsm) promove uma roda de conversa sobre o ‘Future-se’, da qual participa o advogado Heverton Padilha. O evento acontece no auditório do prédio da Antiga Reitoria da UFSM, no centro da cidade. O turno da manhã ainda está sendo fechado através de uma reunião da Frente Única de Trabalhadores e Trabalhadores (FUTT), prevista para a noite desta segunda-feira, às 19h30, no Auditório da Sedufsm.

Confira a programação desta terça, 13 de agosto:

Manhã- programação em aberto;

14h- Roda de conversa sobre o ‘Future-se’, no Auditório da Antiga Reitoria da UFSM;

17h- Ato público na praça Saldanha Marinho.

Presidente do ANDES-SN em Porto Alegre

O presidente do ANDES-SN, professor Antonio Gonçalves, está confirmado para participar da programação das atividades do ‘13 de agosto’, em Porto Alegre. Ele participa de uma aula pública sobre o programa ‘Future-se’, que ocorrerá a partir das 14h em frente a prédio da Faculdade de Educação (Faced) da UFRGS, Avenida Paulo Gama, 110, bairro Farroupilha, no centro de Porto Alegre.

CSP-Conlutas e a pauta da greve nacional

As paralisações e atos públicos ocorrem em centenas de cidades país afora. E, conforme a Central Sindical e Popular (CSP-Conlutas), a pauta a ser reivindicada inclui os seguintes pontos:

– Contra a Reforma da Previdência, em defesa das aposentadorias!

– Em defesa da Educação Pública e Gratuita e contra o corte de verbas no setor!

– Contra a desregulamentação do trabalho, em defesa do emprego, pela redução da jornada de trabalho com salário e direitos garantidos!

– Pelas liberdades democráticas. Ditadura nunca mais!

– Contras as privatizações, defender as estatais e o patrimônio nacional!

– Em defesa da saúde pública de qualidade!

– Não à destruição do meio ambiente e exploração de nossas riquezas!

– Em defesa dos povos indígenas e quilombolas!

– Contra a uso de agrotóxicos e o agronegócio!

– Contra a criminalização de pretos, pobres e comunidades das favelas e periferias!

– Contra a discriminação e violência contra as mulheres, LGBts e negros e negras.

– Não à licença aos policiais para matar!


Texto: Fritz R. Nunes com informações da CSP-Conlutas e seção sindical da UFRGS.

Assessoria de imprensa do ANDES-SN

 

 



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2019 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet