Artigos

Três anos de Cultura na SEDUFSM

Por:  Vilma L. Ochoa e Fritz Nunes*

Neste mês de maio, a Seção Sindical dos Docentes da Universidade Federal de Santa Maria comemora três anos de um dos seus importantes projetos, o Cultura na SEDUFSM, que tem como objetivo aproximar o sindicato das comunidades acadêmica e santa-mariense, proporcionando um espaço para discussões culturais. A primeira edição ocorreu em 30 de maio de 2005, com a sessão de cinema A Classe Operária vai ao Paraíso, do diretor italiano Elio Petri.

O projeto consiste na realização de atividades culturais mensais, com entrada franca, no auditório da SEDUFSM. Por não contemplar apenas uma área cultural específica, há uma busca de diversidade de estilos, mostrando a amplitude de interesses do sindicato. Para trabalhar os temas sugeridos são convidados professores da UFSM, de universidades do nosso estado e do país, que desenvolvem pesquisas na área abordada, assim como pessoas de outras instituições que têm afinidade com o assunto.

Em 2007, a sessão de cinema que apresentou o documentário A Revolução não será televisionada, dos irlandeses Kim Bartley e Donnacha O’Briain, que registrou os bastidores do golpe de Estado ocorrido na Venezuela, em 2002, atraiu um público de mais de 100 pessoas. O tema polêmico rendeu um convite da direção do Centro de Tecnologia da UNIPAMPA, em Alegrete, e a edição do Cultura na SEDUFM foi reapresentada na Semana Acadêmica daquele centro de ensino. O sucesso de público repetiu-se com a participação de estudantes e membros da comunidade alegretense.

Na sua programação anual é prevista a realização de uma edição especial a ser realizada no campus da universidade. Este ano, o tema escolhido foi Maio de 1968: 40 anos depois. O debate atraiu estudantes e docentes das áreas de história, arquivologia, ciências econômicas, educação especial, artes visuais, ciências sociais, geografia, administração e psicologia. Ao longo destes três anos, a programação do Cultura na SEDUFSM apresentou palestras, debates e sessões de cinema com temas políticos e sociais. Também proporcionou momentos de reflexão e de descontração através de peças teatrais, recitais e shows musicais. Em 30 edições, cerca de 1.000 pessoas já participaram do projeto, entre elas, professores e estudantes universitários e também das redes municipais e estaduais, servidores públicos, sindicalistas, movimentos sociais e cidadãos santa-marienses.

Nestes três anos, o Cultura na SEDUFSM atingiu os objetivos traçados, que inclui a dinamização do cotidiano do Sindicato, proporcionando um relacionamento mais estreito não apenas com a comunidade acadêmica, mas também com a sociedade santa-mariense. Enalteçamos essa iniciativa de sucessivas diretorias do sindicato. Afinal, a gente não quer só comida, a gente quer comida, diversão, arte, cultura.

(Artigo publicado no jornal A Razão de 26 de maio de 2008)

* SEDUFSM



Compartilhe com sua rede social!

© 2017 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet