Artigos

Por uma educação pública de qualidade

Por:  Maristela da Silva Souza*

O 55º CONAD do ANDES-SN, que ocorreu em Fortaleza-CE, no período de 24 a 27 de junho de 2010, apresentou como tema “Em defesa da educação pública de qualidade e do ANDES-SN: valorizar o trabalho docente e avançar na organização da classe trabalhadora”.

Diante de tantos desafios que vem pela frente, como por exemplo, a possível proposta de reestruturação da carreira que será apresentada pelo governo e que fere as lutas históricas do ANDES, os docentes de ensino superior reafirmaram a contribuição na construção da nova Entidade Classista - Central Sindical e Popular, fundada em Santos-SP, como também, a ampliação do financiamento público da educação, com destinação de 10% do PIB, de acordo com a proposta do Plano Nacional de Educação da Sociedade Brasileira.

Porém, o maior desafio proposto pelo CONAD refere-se ao fortalecimento da base, no sentido de reaproximar o ANDES-SN com a categoria. Digo, “maior desafio”, porque diante das tentativas do governo e de setores por ele cooptados de promover a fragmentação dos trabalhadores, o fortalecimento de um sindicato como o ANDES-SN, além do aumento do número de sindicalizações e da criação de Seções Sindicais nas universidades recém implantadas, passa pelo processo de conscientização de que o ANDES-SN é o nosso único e legítimo representante e que outras entidades que surgem, com o fim de representar os docentes do ensino superior, servem como ferramentas de divisão da categoria.

Passa também, pelo aprofundamento junto à categoria, de que questões como Expansão (REUNI, PROUNI), Fundações e EAD, não devem tornar-se naturalizadas no nosso cotidiano acadêmico, como se tivessem regras próprias e independentes da vontade e da ação humana e sim que são questões que surgem e se desenvolvem como respostas a determinadas necessidades do capital, como à transferência de verbas públicas para o sistema privado de ensino; precarização do trabalho docente; formação inicial de cunho reducionista; dissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão; Universidade prestadora de serviços; etc.

Enfim, o desafio está posto. Cabe agora um trabalho de “ir e vir”. Base-Direção-Base rumo à qualidade da Universidade Pública.

(Publicado em 27.07.2010, no Diário de Santa Maria)

* SEDUFSM



Compartilhe com sua rede social!

© 2017 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet