Galeria de Fotos

Reunião do Consu que votaria Ebserh é interrompida e reitor

Na tarde desta quinta-feira, 12, a reunião extraordinária do Conselho Universitário (Consu) da Ufsm deveria votar a adesão ou não à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). A mobilização contrária à Empresa foi grande no corredor do 9º andar da reitoria - onde fica a sala dos conselhos - e os manifestantes interromperam a reunião, de forma que a votação não ocorreu. Atropelando uma de suas próprias promessas de campanha - que defendia a democracia nas decisões da universidade -, o reitor, Felipe Müller, deu um canetaço e aprovou por contra própria o contrato com a Ebserh.
Estudantes, trabalhadores e movimentos sociais lotaram o 9º andar, com cartazes e palavras de ordemUnião das Associações Comunitárias (UAC) de Santa Maria foi até reitoria para se posicionar favorável à EbserhEstudantes pintavam cartazes contra a privatização do hospital universitárioLeonardo Botega, relator do pedido de vistas contrário à Ebserh, leu parecer ao ConsuMovimentos estudantil, sindical e social contrários à Ebserh e ao sucateamento da saúdeMomento em que os manifestantes entram na sala dos conselhosCom gritos contrários à Ebserh, reunião do Consu é interrompidaManifestação no Consu expressou contrariedade dos segmentos de dentro e de fora da universidade à privatizaçãoSala ficou cheia de gritos, batucadas e cartazes contrários à EmpresaDalvan Reinert, vice-reitor, e Felipe Müller, reitor, retiram-se da reunião

Lista de Galerias

© 2017 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet