Galeria de Fotos

Ato 'Santa Maria pela vida' marca dia 27 de setembro

No dia 27 de setembro, a Sedufsm, em parceria com diversas outras entidades e movimentos sociais, promoveu o ato 'Santa Maria pela vida'. A manifestação, que fora realizada no dia em que se completou um ano e oito meses da tragédia na boate Kiss, foi marcada por uma série de ações que buscavam celebrar a vida. Revitalização de canteiros, plantio de 'oliveiras' como forma de apoio à luta do povo palestino, show de rap e skatismo foram alguns dos momentos deste sábado. Além da Sedufsm, o Movimento Santa Maria do Luto à Luta, a Associação de Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia na Boate Kiss, o DCE Ufsm e o Comitê Santa-mariense de Solidariedade ao Povo Palestino foram algumas das frentes que se somaram à construção do ato.
Sedufsm, Movimento Santa Maria do Luto à Luta e comunidade palestina de Santa MariaBandeira da Palestina é fixada em canteiro da Avenida Rio BrancoComunidade palestina de Santa Maria acompanhou as atividades deste sábado.Cerimônia no plantio das quatro mudas de 'oliveiras'.Árvore é simbólica para povo palestino.Foram plantadas quatro mudas na segunda quadra da Avenida Rio Branco.Familiares de vítimas, estudantes, professores e crianças auxiliaram no plantio.Cada membro da comunidade palestina e das entidades apoiadoras foi chamado a plantar uma muda.Palestinos e apoiadores que ajudaram no plantio das 'oliveiras'.Junto à Sedufsm, outras entidades também auxiliaram na construção do dia 27 de setembro.Ato deste sábado firmou, mais uma vez, solidariedade da Sedufsm à luta palestina.Outra ação do sábado foi a revitalização de canteiros na praça Saldanha MarinhoPlantio teve grande auxílio de estudantes e professores do curso de Paisagismo do Colégio Politécnico da Ufsm.Familiares de vítimas da Kiss tiveram grande empenho no plantio, que ocupou boa parte da manhã'Quem planta luta pela vida', dizia um dos lemas da atividade.Dois canteiros foram revitalizados na praça Saldanha Marinho.Frutos do descaso da administração pública, canteiros vinham descuidados Flavio Silva, do Luto à Luta, fala durante abertura do evento na praça.Vice-presidente da Sedufsm, Suze Scalcon, destaca importância do eventoAbdo Ahmad critica agressões sistemáticas ao povo palestino.Revitalização de canteiros na praça Saldanha Marinho.Várias pessoas paravam para assistir às manobras de skate.Parte da rua Venâncio Aires fora fechada para a prática do skate.(da esq.): professores Ricardo Rondinel, Suze Scalcon e Ascísio PereiraSedufsm apoia espaços seguros de esporte e lazer.Jovens andaram de skate durante toda a manhã, até o início da tarde de sábadoProfessores da Sedufsm com alguns dos skatistas que ocuparam a Venâncio neste sábado.Apresentação do Coletivo de Resistência Artística Periférica (Co-rap).Apresentações do Co-rap encerraram as atividades do 'Santa Maria pela vida'.Praça encheu-se de pessoas quando o Co-rap iniciou suas apresentações.Jovens acompanhando a apresentação do Coletivo de Resistência Artística Periférica (Co-rap).Letras de rap traziam demandas da juventude e cobravam atenção do poder públicoResultado do plantio das 'oliveiras' na Avenida Rio Branco.

Lista de Galerias

© 2017 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet