Notícias

14/03/2017   14/03/2017 18h24 | A+ A- | 423 visualizações

Santa Maria tem Dia Nacional de Lutas nesta quarta, 15

Ato na Praça Saldanha Marinho, a partir das 16h, protesta contra reformas previdenciária e trabalhista


Um grande ato na praça Saldanha Marinho nesta quarta-feira, 15, a partir das 16h, promete congregar trabalhadores e juventude numa perspectiva de denúncia e resistência às contrarreformas em curso, propostas pelo governo de Michel Temer. Aumento da jornada de trabalho, redução do tempo de intervalo, parcelamento de férias, supremacia do acordado sob o legislado, alargamento do tempo obrigatório de contribuição para se aposentar, extinção do regime diferenciado de aposentadoria entre homens e mulheres – determinando que ambos os gêneros devam se aposentar aos 65 anos e desconsiderando, assim, as duplas e triplas jornadas realizadas pelas mulheres.

Essas são algumas das medidas previstas na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/14 e no Projeto de Lei (PL) 6.787/16 que visam instituir, consecutivamente, a contrarreforma da Previdência e a contrarreforma Trabalhista. É para demonstrarem resistência a tais investidas que ferem direitos conquistados com tanta mobilização ao longo da história que esta quarta-feira, 15, foi apontada como Dia Nacional de Paralisações rumo à construção da Greve Geral.

Em todo o país, sindicatos, movimentos sociais e centrais sindicais elaboram atividades de mobilização. Nesta mesma data, os professores do ensino básico iniciam uma greve nacional da educação, convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE). Além da retirada de direitos previdenciários e trabalhistas, os profissionais da educação lutam contra a Lei da Mordaça - representada pelo Programa Escola Sem Partido -, e pelo cumprimento da lei do piso salarial nacional dos professores.

No Rio Grande do Sul, os professores estaduais iniciam greve a partir desta quarta. Às 15h, a categoria realiza plenária no Instituto de Educação Olavo Bilac de Santa Maria. De lá, sairão em marcha até a praça Saldanha Marinho, onde ocorre o grande unificado. A mobilização na praça central vem sendo organizada pela Frente em Defesa do Serviço Público, grupo que reúne representantes de sindicatos, movimentos, escolas, dentre outros. Confirme presença no evento de Facebook e apareça na praça nesta quarta: https://www.facebook.com/events/1860669314145785/.

Pela manhã, uma agenda de atividade também será realizada no campus da UFSM. 

O QUE: Ato contra a Reforma da Previdência e Trabalhista

QUANDO: Quarta-feira, 15 de março

HORÁRIO: 16h

LOCAL: Praça Saldanha Marinho

 

Texto e foto: Bruna Homrich

Assessoria de Imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2017 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet