Notícias

26/06/2017   26/06/2017 18h20 | A+ A- | 546 visualizações

Greve Geral: mobilização vai a bairros de Santa Maria

Nova plenária unificada ocorre nesta terça, 27, às 18h30, nos Comerciários


Centrais sindicais reunidas na última sexta, 23, para discutir Greve Geral

Após entrega de panfletos na região central de Santa Maria, agora os sindicatos vão até os bairros para dialogar com a população sobre a importância da Greve Geral desta sexta-feira, 30 de junho. Na terça-feira, 27, a região a ser visitada é a Oeste, compreendendo, por exemplo, os bairros Tancredo Neves, Santa Marta e Nova Santa Marta, com concentração no Centro Comercial da T. Neves; já na quarta, 28, a panfletagem será na zona Norte, passando por bairros como Salgado Filho e Vila Kennedy, com concentração na Praça Israel.

Encerrando a agenda de atividades, a quinta-feira, 29, véspera da Greve, será de encontro na zona Leste – bairros Diácono João Luiz Pozzobon e, possivelmente, Cohab Fernando Ferrari, com concentração na entrada do Residencial Dom Ivo. O horário de concentração de todas as atividades é a partir das 15h. Durante os três dias (27, 28 e 29), um grupo também realizará entrega de panfletos na UFSM, com visitas às salas de aula.

O calendário de visitas aos bairros foi encaminhado em reunião das centrais sindicais ocorrida na última sexta, 23, na sede do SECOHTUR, em Santa Maria. No encontro, representantes das centrais CSP-Conlutas, CUT, CTB e Nova Central Sindical debateram a importância de ações unificadas, a exemplo de panfleto assinado por tais entidades:

As centrais também apontaram uma nova plenária geral nesta terça-feira, 27, às 18h30, no Sindicato dos Comerciários (Venâncio Aires, 1621). Para o encontro são esperados trabalhadores da base dos sindicatos, movimentos sociais, associações de bairro e o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFSM. A ideia é debater os últimos preparativos para a sexta-feira, 30, dia da segunda Greve Geral brasileira em 2017.

Marcha

Para o dia da Greve, está programado um ato durante toda a sexta-feira, na praça Saldanha Marinho, com a presença, inclusive, de Escolas de Samba da cidade.

A Greve Geral deste 30 de junho foi definida nacionalmente pelas centrais sindicais do país, tendo como reivindicações centrais:

- Contra o Desmonte da Previdência;

- Contra a Reforma Trabalhista;

- Pela revogação da Lei da Terceirização;

- Por nenhum direito a menos;

- Pelo Fora Temer.

Categorias discutem adesão à Greve

Os docentes da UFSM já aprovaram a adesão, em assembleia realizada na terça, 20 de junho, à Greve Geral. Da mesma forma, os trabalhadores técnico-administrativos em educação da UFSM representados pela Assufsm também decidiram em plenária ocorrida na última quinta (22), aderir à paralisação nacional de 24h.

Durante esta semana, diversas outras categorias realizam plenárias para discutir a paralisação. O Sindicato dos Bancários reúne a categoria às 18h30 desta segunda, na sede da AABB; já o Sindicato dos Municipários convocou plenária para terça, 27, às 18h, em sua sede. Os professores municipais, representados pelo Sinprosm, têm assembleia na quarta, 28, às 17h, no salão da Catedral Diocesana. Em relação aos trabalhadores em educação da rede pública estadual, a informação é de que o Cpers-Sindicato está chamando as categorias para participar da Greve, porém, ainda não houve decisão de assembleia.

Texto e foto: Bruna Homrich

Assessoria de Imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2017 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet