Notícias

27/10/2017   27/10/2017 15h02 | A+ A- | 108 visualizações

'Ponto de pauta' traz entrevista sobre educação e pessoas com deficiência

Marinalva Oliveira fala da falta de prioridade nas políticas educacionais


Marinalva: falar em inclusão não se resume a ajustes arquitetônicos

O programa ‘Ponto de pauta’, da Sedufsm, que está no ar no site da entidade e nas redes sociais, realizou uma entrevista com a professora do departamento de Psicologia da Universidade Federal Fluminense (UFF), Marinalva Oliveira, também ex-presidente do ANDES-SN. Na entrevista concedida ao jornalista Rafael Balbueno, Marinalva destaca que o processo de inclusão de pessoas com deficiência se faz com políticas de educação para esse segmento. No entanto, conforme avaliação dela, hoje isso só acontece se existirem recursos, ou seja, não há prioridade.

Em sua entrevista, a professora fala também da necessidade de superação de o que ela chama de “barreira atitudinal”. Em outras palavras, Marinalva colocou que muitas vezes, quando se fala em inclusão, esse pensamento se resume a ajustes arquitetônicos. Para a docente, as questões arquitetônicas são importantes, mas que é necessário se ter outras atitudes, pensando também formas pedagógicas que se coloquem a partir das potencialidades das pessoas com deficiência.

Marinalva Oliveira comenta ainda, no ‘Ponto de pauta’, sobre as cotas para pessoas com deficiência. Segundo ela, as cotas são importantes, mas no momento em que um servidor é aprovado em concurso público, precisa ter as condições para exercer o seu trabalho de forma digna, o que em muitas situações, não é o que efetivamente acontece.

Acompanhe o programa em podcast acessando (https://goo.gl/TQpRso)

Ou o vídeo a seguir

Texto: Fritz R. Nunes

Imagem: Frame/Rafael Balbueno



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2017 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet