Notícias

28/02/2018   28/02/2018 20h13 | A+ A- | 411 visualizações

Mulheres vão à Praça discutir direitos e violência nesta quinta, 1º

Atividade integra calendário referente ao Dia Internacional de Luta da Mulher Trabalhadora em Santa Maria


A partir das 18h desta quinta-feira, 1º de março, todas as meninas e mulheres estão convidadas para uma roda de conversa sobre a situação dos direitos sociais e trabalhistas das mulheres hoje no Brasil, e também sobre os impactos da Reforma da Previdência na vida das trabalhadoras. A prosa acontece no coreto da Praça Saldanha Marinho. O horário definido para a atividade visa a oportunizar a participação de mulheres trabalhadoras.

O debate desta quinta dá início ao calendário alusivo ao Dia Internacional de Luta da Mulher Trabalhadora (mundialmente conhecido como 8M) em Santa Maria. Dezenas de meninas vêm realizando reuniões para elaborar uma agenda de atividades, que percorra desde o centro da cidade – por onde passam milhares de mulheres todos os dias, até o campus da UFSM – que, na próxima semana, recebe novas calouras – e a periferia de Santa Maria. 

A cidade soma-se a muitas outras regiões do país, e também do mundo, onde vêm sendo organizadas mobilizações em defesa dos direitos das mulheres e contra as diversas formas de violência às quais elas são, cotidianamente, submetidas. O objetivo é questionar os contornos comerciais e patriarcais conferidos ao 8 de Março – dia em que se incentiva, por exemplo, homenagens às mulheres através de rosas e presentes. Assim, as manifestações previstas para a próxima semana buscam tonalizar a data com reflexões críticas a respeito da situação de desigualdade reservada às mulheres no mundo do trabalho e que, chegando ao espaço privado, desdobra-se em violência doméstica, submissão e silenciamento.

Entã  confira, abaixo, as atividades programadas. Cabe lembrar que outras entidades provavelmente vêm organizando calendários paralelos em referência à data.

Agenda 8M em Santa Maria

Quinta-feira, 1º de Março

O quê? Roda de conversa sobre Violência, Direitos e Reforma da Previdência

Horário? 18H

Local? Coreto da Praça Saldanha Marinho

Segunda-feira, 5 de Março

O quê? Roda de conversa sobre a situação das mulheres negras, antecedida de oficina de capoeira

Horário? 18H

Local? Em frente ao Restaurante Universitário central do campus da UFSM em Camobi

Terça-feira, 6 de Março

O quê? Roda de conversa sobre Violência Doméstica e Saúde da Mulher

Horário? 17H

Local? Vila Resistência

Quinta-feira, 8 de Março

O quê? Atividades artísticas e mobilização

Horário? A partir das 15h

Local? Praça Saldanha Marinho

**Às 19h, no auditório da Sedufsm: Debate "Violência para além do assédio", promovido pela Sedufsm, no auditório Suze Scalcon (Rua André Marques, 665). Para saber mais sobre o debate, clique aqui. O ANDES-SN já reforçou o chamado para que as seções sindicais de todo o país envolvam-se na construção de mobilizações referentes ao 8 de Março.

Além dessas atividades já definidas, nos próximos dias as meninas envolvidas na construção do 8M farão panfletagens no centro, na UFSM e nas periferias, a fim de convidar mais mulheres para a mobilização. Para acompanhar as ações, você pode confirmar presença no evento de Facebook clicando aqui.

 

Texto: Bruna Homrich

Imagens: Júlia Maia (Ilustração) e Bruna Homrich (foto)

Assessoria de Imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2018 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet