Notícias

14/03/2018   14/03/2018 17h05 | A+ A- | 508 visualizações

Frente discute importância do debate sobre intervenção militar

Tema foi abordado em reunião ocorrida no final da tarde de terça, na Sedufsm


Reunião da Frente nesta terça, na sede da Sedufsm, teve pequena participação de entidades

Integrantes da Frente Combativa em Defesa do Serviço Público se reuniram ao final da tarde de terça, 13, na sede da Sedufsm. Durante o encontro foi feita referência à importância de se tematizar a intervenção federal militar no Rio de Janeiro. Conforme o presidente da Sedufsm, professor Júlio Quevedo, tanto a CSP-Conlutas como o Sindicato Nacional dos Docentes (ANDES-SN) têm frisado sobre a importância de se levar esse debate para as bases, já que existem denúncias de que esse tipo de ação não combate as causas da violência, e acaba punindo a população periférica.

Conforme Quevedo, uma das formas que a Sedufsm vê para contribuir nessa discussão, é a realização de uma mesa no mês de abril, dentro do projeto Cultura na Sedufsm, que visa a discutir a intervenção militar e a democracia no país. Também com o objetivo de promover um debate, o dirigente do sindicato dos docentes fez o convite para que todos prestigiem no dia 21 de março, uma mesa que será protagonizada somente por mulheres, no Colégio Técnico Industrial (Ctism) da UFSM, às 19h, e cujo objetivo é fazer um balanço sobre a Lei 11.645/2008. Essa lei modificou legislação anterior tratando da obrigatoriedade da temática “História e cultura afro-brasileira e indígena” nos livros didáticos do ensino básico.

Participando pela primeira vez na reunião da Frente, representando o Sindicato dos Trabalhadores da Justiça Federal (Sintrajufe), o servidor da justiça e também professor, João Hélio Pês ressaltou que deveria se ter atenção em relação ao calendário do Supremo Tribunal Federal (STF) no mês de abril. Segundo ele, está na pauta de julgamento um tema referente ao Regime Jurídico Único (RJU), e que, dependendo da decisão do STF, pode ser extremamente prejudicial ao conjunto do funcionalismo público. A Frente deve voltar a se reunir dentro de duas semanas.

Texto e foto: Fritz R. Nunes

Assessoria de imprensa da Sedufsm

 

 



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2018 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet