Notícias

24/04/2018   24/04/2018 15h12 | A+ A- | 757 visualizações

Sedufsm: conheça a carta de apresentação da chapa 2

“Renova Sedufsm” defende aproximação do sindicato com a base da categoria


Parte dos componentes da chapa 2: Picolotto, Márcia, Laura, Rivaldo, Belkis e Teresinha

Nas eleições para a Sedufsm, dias 9 e 10 de maio, duas chapas concorrem à direção do sindicato. A chapa 2, de oposição, a “Renova Sedufsm”, inscreveu junto com a nominata, uma carta-compromisso (carta de apresentação), que publicaremos na sequência, logo abaixo. Os componentes da chapa 2 são:

Presidente: Laura Regina S.C. Maurício da Fonseca (Departamento de Serviço Social-CCSH)

Vice-presidente: Ascísio dos Reis Pereira (Departamento de Fundamentos da Educação-CE)

Secretária-geral: Márcia Morschbacher (Departamento de Metodologia do Ensino-CE)

1ª Secretária: Teresinha Heck Weiller (Departamento de Enfermagem-CCS)

Tesoureiro-geral: Rivaldo Mauro de Faria (Departamento de Geociências-CCNE)

1ª Tesoureira: Belkis Souza Bandeira (Departamento de Fundamentos da Educação-CE)

1º Suplente- Marcos Botton Piccin (Departamento de Educação Agrícola e Extensão Rural-CCR)

2º Suplente- Marcos Antônio de Oliveira Lobato (Departamento de Saúde da Comunidade-CCS)

3º Suplente- Everton Lazzaretti Picolotto (Departamento de Ciências Sociais-CCSH).

 ‘CHAPA RENOVA SEDUFSM’- OPOSIÇÃO

“Apresentamos à categoria docente da UFSM a Chapa RENOVA SEDUFSM, para concorrer à Gestão 2018-2020 do nosso sindicato.

A Chapa RENOVA SEDUFSM valoriza igualmente a participação de professoras e professores na sua composição, construída a partir da vontade da base da categoria em renovar a SEDUFSM. Buscamos fortalecer a relação do sindicato nas demandas internas institucionais e na sociedade civil, aproximando a entidade à sua base, ampliando-a no cotidiano da categoria e da vida social.

Somos um grupo de professoras e professores comprometidos com a vida acadêmica e a organização sindical docente. Entendemos que esse compromisso é possível e necessário para a valorização da categoria no âmbito da Universidade.  Somos um grupo que surge do compartilhamento de uma mesma preocupação: o progressivo esvaziamento do sindicato na conjuntura em que mais precisamos dele. Uma realidade para além dos sindicatos docentes, mas agravada com a política sectária na condução das questões sindicais, a qual produz isolamento e distanciamento entre direções e filiados (as) do sindicato.

Percebemos como um dos obstáculos à mobilização da categoria é o distanciamento entre a direção sindical e a sua base, comprometendo debates e decisões coletivas fundamentais das pautas específicas de interesse dos (as) docentes, seja: a) da pauta salarial; b) da pauta da carreira; c) da pauta da saúde no trabalho docente; d) do assédio moral no exercício da docência; e) da pauta das condições de trabalho; f) da pauta da representatividade sindical docente nas instâncias colegiadas da universidade. Nesse contexto propomos uma CHAPA de OPOSIÇÃO.

Ademais, defendemos a SEDUFSM como um importante instrumento para conquistas e garantias dos direitos da categoria docente, o que obriga-nos reconhecer às inquietações da base com o rumo assumido por nosso sindicato nos últimos anos, um caminho que aumenta distâncias e reduz drasticamente a mobilização e participação de professoras e professores.  Portanto, precisamos renovar o sindicato para que ele resgate a sua capacidade de mobilização da categoria e, portanto, de condição efetiva de representação coletiva.

Nossos eixos programáticos:

  1. Autonomia sindical e fortalecimento político da SEDUFSM na UFSM;
  2. Prioridade nas Pautas da Carreira Docente, Salarial e Condições de Trabalho;
  3. Enfrentamento às reformas trabalhista, previdenciária, e demais medidas que tenham como consequência a retirada de direitos das trabalhadoras e dos trabalhadores;
  4. Defesa dos direitos conquistados por docentes ativos e aposentados;
  5. Ampliação da Sede da SEDUFSM no bairro Camobi:
  6. Integração permanente entre a SEDUFSM com os campi de Cachoeira do Sul; Frederico Westphalen e Palmeira das Missões;
  7. Gestão Pública e Transparente da administração e finanças da SEDUFSM;
  8. Valorização dos trabalhadores e trabalhadoras da SEDUFSM;
  9. Estudo sobre o acompanhamento da assessoria jurídica e as expectativas da categoria;
  10. Apoio aos movimentos sociais organizados de Santa Maria e região dos campi da UFSM e efetiva construção de ações unitárias com base em pautas comuns;
  11. Revisão do modelo e condições do conveniamento do sindicato com planos de saúde e demais serviços;
  12. Estratégia de filiação e permanência da categoria docente na SEDUFSM;
  13. Balanço e Revisão da filiação à Central Sindical e Popular/CSP-Conlutas.”

 

Edição: Fritz R. Nunes

Fotos: Rafael Balbueno

Assessoria de imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2018 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet