Notícias

29/05/2018   29/05/2018 17h17 | A+ A- | 538 visualizações

Sindicatos convidam para Plenária Universitária nesta 4ª feira, 30

Encontro ocorre às 9h30, no Auditório B2, anexo ao prédio 17 da UFSM


Reunião entre sindicatos na última segunda, 28

Refletir sobre o cenário político do Brasil e delinear ações de mobilização em Santa Maria. Esses são os objetivos principais da Plenária Universitária que ocorre nesta quarta-feira, 30 de maio, às 9h30, no Auditório B2 do prédio 17 (campus da UFSM em Camobi). A ideia é reunir os três segmentos que compõem a comunidade universitária – estudantes, docentes e técnico-administrativos em educação – para que, juntos, possam pensar em como a universidade pode se somar e fortalecer os movimentos nacionais de greve – a exemplo da greve dos caminhoneiros e dá já anunciada greve de 72 horas dos petroleiros.

Em reunião ocorrida na noite da última segunda-feira, 28, sindicatos como Sedufsm, Sinasefe e Atens destacaram a importância de que outras categorias solidarizem-se com a greve dos trabalhadores caminhoneiros e, para além, agreguem suas pautas de reivindicação. Dessa reunião surgiu a proposta da Plenária.

Gihad Mohamad, diretor da Sedufsm, lembrou que projetos como a Reforma Trabalhista precarizam a vida de todos, sendo importante, neste momento, encontrar pontos que unam os diversos setores da classe trabalhadora dispostos a fazer luta.

O vice-presidente da Sedufsm, João Gilli Martins, comentou sobre a necessidade de os setores combativos rechaçarem o discurso intervencionista observado em alguns locais, e também de encontrar pontos em comum entre as reivindicações dos caminhoneiros e da maioria da população.

“Tem gente, por exemplo, que não está conseguindo mais comprar gás de cozinha, está cozinhando com lenha”, diz o docente, que citou a nota divulgada pela CSP-Conlutas, em que a entidade conclama as demais centrais sindicais para aderirem a uma Greve Geral contra a intervenção do Exército (não só nas estradas, mas também nas refinarias e favelas do Rio de Janeiro); em apoio à greve dos caminhoneiros; pela redução e congelamento dos preços dos combustíveis e do gás de cozinha; em defesa da Petrobrás 100% estatal e sob controle dos trabalhadores; contra a privatização da Eletrobrás; contra o desemprego e pela redução da jornada de trabalho para 36 horas semanais sem redução de salário; pela revogação da Reforma Trabalhista e rechaço à Reforma da Previdência; e pelo Fora Temer. A íntegra da nota da CSP-Conlutas pode ser lida aqui.

Então, não esqueça:

Então, não esqueça:

O QUÊ? Plenária Universitária na UFSM

QUANDO? Quarta-feira, 30 de maio

ONDE? Auditório B2, anexo ao prédio 17

HORÁRIO? 9h30

PAUTAS? Debate sobre cenário político nacional e delineamento de ações de mobilização na UFSM e em Santa Maria

 

Texto e foto: Bruna Homrich

Assessoria de Imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2018 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet