Notícias

15/06/2018   15/06/2018 15h47 | A+ A- | 294 visualizações

Etapa municipal do III ENE começa nesta sexta e prossegue no sábado

Programação está focada em debater a educação que temos e a que queremos


A etapa municipal do III ENE (Encontro Nacional de Educação) inicia nesta sexta, 15 de junho, e se estende ao longo do sábado, 16. O local do evento é a Escola Estadual de Ensino Médio Cilon Rosa, de Santa Maria. O foco central (tema) do encontro, que depois se desdobrará nas etapas estadual e nacional é: “Resistir para existir: por uma educação classista e democrática”.

O evento inicia com uma mesa de abertura, às 18h30, e na sequência uma mesa redonda marcada para 19h, que tem como título “Projeto atual de educação: o que temos (BNCC) e o que queremos (classista e democrático)”, com as professoras Helenise Sangoi Antunes (departamento de Metodologia do Ensino/UFSM) e Gelta Ramos Xavier (Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense - UFF).

 As discussões prosseguem no sábado com os debates organizados em quatro Grupos de Trabalho (GT’s): 1 – Acesso e Permanência; 2 – Terceirização, Mercantilização, Gestão e Financiamento; 3 – Opressões: gênero, sexualidade, orientação sexual, questões étnico-raciais e pessoas com deficiência; 4 – Trabalho, Precarização e Formação. No local do encontro, neste sábado, 16, haverá almoço gratuito, mas os participantes precisam levar talheres.

Confira a programação completa:

Sexta-feira (15/06)

17h30: Credenciamento

18h30: Mesa de abertura

19h: Mesa redonda “Projeto atual de educação: o que temos (BNCC) e o que queremos (classista e democrático)”, com as professoras Helenise Sangoi Antunes (departamento de Metodologia do Ensino/UFSM) e Gelta Ramos Xavier (Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminenses - UFF)

Sábado (16/06)

8h30-9h: Credenciamento

9h – 9h30: Uma retomada da história do ENE

9h30 – 12h: Reunião dos GT’s

Almoço

14h: Plenária dos GT's

16h: Plenária de Encerramento.

Organizadores do III ENE

Participam da organização do III ENE entidades como o Sinasefe (Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica) Santa Maria, o Sindicaixa (Sindicato dos Servidores da antiga Caixa Estadual), o Alicerce, a Sedufsm, a Regional RS do ANDES-SN, a CSP-Conlutas, a Oposição ao Cpers, a Juventude do PSol, ATENS (Seção Sindical dos Técnicos de Nível Superior da UFSM, e o Diretório Acadêmico da Educação Física e Dança/UFSM.

Retrospectiva histórica

O ENE é um evento que reúne educadores, estudantes e movimentos sociais brasileiros em nível nacional. De caráter autônomo, o Encontro tem como objetivo principal lançar reflexões sobre o atual cenário da educação brasileira, reservando um olhar crítico ao projeto educacional vigente no país, que se por um lado reserva um baixíssimo investimento público para escolas, universidades, estudantes e professores, por outro aplica, praticamente na literalidade, as diretrizes educacionais advindas de organismos internacionais como Banco Mundial e Fundo Monetário Internacional (FMI).

E essas diretrizes tendem a primar por conteúdos tecnicistas e uma consequente diminuição da carga horária reservada às disciplinas de caráter social e humano; ao mesmo tempo em que estimulam o avanço do setor privado na educação, convertendo escolas e universidades em verdadeiras empresas regidas pelo lucro.

Na contramão desse cenário, os educadores e movimentos sociais propõem um projeto alternativo de educação, calcado nas necessidades e potencialidades do ser humano e, acima de tudo, de caráter público, gratuito, laico, democrática e classista.

O ENE teve sua primeira edição em agosto de 2014, quando mais de duas mil pessoas encontraram-se no Rio de Janeiro (RJ) e, no decorrer de três dias, apresentaram reivindicações relativas a Acesso e Permanência; Avaliação educacional; Democratização; Financiamento da Educação; Condições de Estudo e Trabalho e direito ao Transporte Urbano (Passe Livre à juventude e trabalhadores). As discussões desse I ENE foram sintetizadas em um manifesto que pode ser lido aqui.

Passaram-se dois anos e, em junho de 2016, ocorreu a II edição do Encontro, também com a presença de cerca de duas mil pessoas. Tendo ocorrido em Brasília (DF), esta edição do evento agregou, aos temas já discutidos na primeira edição, questões como gênero, orientação sexual, raça e etnia. Para ler o relatório completo do II ENE, clique aqui.

 

Texto: Fritz R. Nunes e Bruna Homrich

Imagem: J. Adams Propaganda

Assessoria de imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2018 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet