Notícias

12/07/2018   12/07/2018 14h35 | A+ A- | 198 visualizações

Jornal da Sedufsm destaca cenário de cortes na assistência estudantil

Superlotação em alojamentos e escassez de bolsas desafiam permanência de estudantes


Capa da mais recente edição do jornal da Sedufsm

A UFSM é uma das universidades referência quando se fala em políticas de assistência estudantil. Contudo, em meios ao congelamento dos recursos do Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES), vem sendo difícil manter a qualidade do auxílio prestado aos estudantes contemplados pelo Benefício Socioeconômico.

Em face da superlotação no prédio da União Universitária – que faz as vezes de moradia provisória àqueles estudantes no aguardo de uma vaga definitiva na Casa do Estudante, 100 deles foram transferidos para casas do Centro de Evento, construídas originalmente para abrigar servidores responsáveis pela manutenção do local.

O pró-reitor de Assuntos Estudantis, Clayton Hillig, diz que a Administração tem feito cortes em diversas áreas para dar conta da demanda cada vez maior na assistência estudantil. Mas trata-se, segundo ele, de um ‘cobertor curto’, que cobre uma parte descobrindo a outra.

Para Paola Pfeifer, dirigente do DCE-UFSM, a situação das moradias não está ruim apenas naquelas de caráter provisório, mas nos próprios blocos já existentes de Casas do Estudante, onde, por exemplo, há postes de luz e queimados. Outros moradores que conversaram com a Assessoria de Imprensa da Sedufsm relatam problemas como escassez de banheiros e problemas de fiação elétrica nos chuveiros. Outro setor frontalmente prejudicado vem sendo o dos estudantes indígenas e quilombolas.

A matéria completa pode ser conferida nas páginas 4 e 5 da edição de Maio-Junho do jornal da Sedufsm, que vem sendo entregue nas caixas de correspondência dos docentes sindicalizados. Quem desejar ver online, pode acessar aqui.

Esta edição do jornal traz como destaques, também, a posse da nova diretoria da Sedufsm, eleita pela base docente para estar à frente da entidade no biênio 2018-2020, e a posse da nova diretoria do ANDES-SN, ocorrida durante o 63º Conselho do ANDES-SN (Conad).

Na página 7, as deficiências orçamentárias nos campi de Palmeira das Missões e Frederico Westphalen, que, não obstante, observam grandes potencialidades no desenvolvimento regional da UFSM.

Além disso, uma entrevista exclusiva (pág. 06) com Moacir Gadotti, professor aposentado da USP e um dos especialistas na obra do educador Paulo Freire, que esteve proferindo palestra em Santa Maria.
 

Texto: Bruna Homrich

Imagem: J. Adams Propaganda

Assessoria de Imprensa da Sedufsm

 



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2018 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet