Notícias

23/08/2018   23/08/2018 15h58 | A+ A- | 279 visualizações

Dirigente do ANDES-SN abre debates do III ENE estadual

Evento, que terá participantes da Sedufsm, inicia sexta e segue até domingo


Eblin Farage, do ANDES-SN, participa de debate junto com Joaninha Oliveira, da CSP-Conlutas

O III ENE (Encontro Nacional de Educação), etapa estadual, inicia nesta sexta, dia 24, à noite, e prossegue até domingo, 26, pela manhã. A primeira de debates inicia às 19h de sexta-feira, com a presença da ex-presidente do ANDES-SN e atual secretária-geral, professora Eblin Farage. Ela participa, junto com Joaninha Oliveira, da CSP-Conlutas, da discussão sobre o tema “Capitalismo, trabalho e educação”.

A Sedufsm terá diretores participando do evento. A Seção Sindical é a organizadora de uma delegação de Santa Maria, que terá um ônibus com 46 pessoas se deslocando nesta sexta-feira, até a Escola Parobé, em Porto Alegre, local do evento. A saída da condução é ao meio-dia de sexta da catedral diocesana de Santa Maria, com o retorno previsto para as 14h de domingo, saindo da capital gaúcha. O eixo que norteia o III ENE estadual, que é preparatório ao nacional, é a construção de um projeto classista e democrático de educação.

As atividades do III ENE, em Porto Alegre, começam na sexta (24), ao final da tarde, com o credenciamento, a mesa de abertura com a participação de entidades e movimentos, e uma mesa de debate. O evento prossegue no sábado pela manhã com mais uma mesa de discussões, depois os grupos de trabalho. O domingo (26) pela manhã é o período estipulado para a plenária final. Conforme os organizadores, entre os espaços de discussões ocorrerão intervenções artísticas.

Confira um resumo das discussões do III ENE estadual:

Sexta, 24 de agosto

16h- Credenciamento.

18h30- Abertura com saudações das entidades e organizações.

19h30- Mesa de debate I: Capitalismo, trabalho e educação.

Debatedoras: Eblin Farage (ANDES-SN) e Joaninha Oliveira (CSP-Conlutas)

Sábado, 25 de agosto

9h- Mesa de debate II: Experiências de educação popular no Capitalismo.

Participantes: Assentamento Madre Terra Frente Quilombola; Escola Indígena de Maquiné; Ocupações Universitárias; Ocupações Secundaristas.

14h- Grupos de Trabalho (GTs).

Domingo, 26 de agosto

9h- Plenária final.

Opções de GTs

- Passe-livre, acesso, permanência e conclusão com qualidade social.

- Avaliação e meritocracia.

- Democratização, autonomia e transparência na gestão.

- Privatização, mercantilização e precarização da educação.

- Financiamento público para escola pública, sem PPPs.

- Trabalho e formação dos (das) trabalhadores (as) da educação.

- Opressões: machismo e misoginia; racismo, lgbtfobia, capacitismo e xenofobia.

- Escola como território.


 

Texto: Fritz R. Nunes

Foto: Arquivo/Sedufsm

Assessoria de imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2018 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet