Notícias

26/11/2018   26/11/2018 15h49 | A+ A- | 732 visualizações

Debate na UFSM rememora o AI-5, 50 anos depois

Ato Institucional que endureceu ainda mais o regime militar será debatido na quarta, 28


Artur da Costa e Silva, o general que assinou o AI-5, em 13 de dezembro de 1968

No próximo dia 13 de dezembro, o Ato Institucional nº 5 (AI-5) completa 50 anos. Para rememorar um dos atos da ditadura civil militar (1964-1985) que levou a medidas ainda mais opressivas por parte do regime militar, como por exemplo, o fim do habeas corpus, com restrições ainda maiores à oposição no país, o Núcleo de Pesquisa e Estudos em Ciência Política da UFSM, realiza nesta quarta, 28 de novembro, um debate intitulado “Ato Institucional nº 5, 50 anos agora”.

O evento acontece às 17h, na sala 2274, prédio 74A, no Centro de Ciências Sociais Humanas (CCSH), campus de Santa Maria. Os debatedores serão os professores João Rodolpho Amaral Flôres (departamento de Ciências Sociais da UFSM) e Gilvan Veiga Dockhorn (departamento de História da UFSM).

Conforme um dos integrantes do Núcleo de Pesquisa e Estudos em Ciência Política da UFSM, professor Cleber Martins, do departamento de Ciências Sociais da UFSM, o objetivo do evento é essencialmente discutir o AI-5, um dos mais importantes atos institucionais, assinado pelo general Artur da Costa e Silva, e que vigorou até 1978, durando praticamente uma década. Ao todo, conforme o professor, o regime militar executou 17 atos institucionais. A entrada para o evento é aberta a todos (todas) os (as) interessados (as).

Texto: Fritz R. Nunes

Imagem: Divulgação

Assessoria de imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2019 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet