Notícias

21/12/2018   21/12/2018 16h56 | A+ A- | 462 visualizações

Jornal da Sedufsm projeta situação das universidades sob governo Bolsonaro

Última edição de 2018 aborda, também, os 10 anos das ações afirmativas na UFSM


ERRATA: Uma das chamadas de capa diz que são 20 anos de ações afirmativas na UFSM. Esta informação, contudo, está errada. No interior do texto (p. 7), a informação está correta: são 10 anos.

Em sua última edição no ano de 2018, o jornal da Sedufsm (versão online aqui) traz, como reportagem especial (págs. 4 e 5), um mapeamento das principais propostas do governo que assume em 1º de janeiro no que tange às universidades.

No texto, além de considerações sobre o programa do governo de Jair Bolsonaro (PSL), intitulado “O caminho para a prosperidade”, em que vem explícita a ideia de expurgar as ideias de Paulo Freire da educação brasileira, colocando, em seu lugar, conteúdos de caráter técnico e empreendedor. Nossa assessoria de Imprensa também ouviu professores da UFSM, a exemplo de Ricardo Rossato e Ricardo Rondinel. O primeiro vivenciou o período de abertura democrática na instituição, quando a comunidade acadêmica se mobilizou para eleger, via consulta paritária, o professor Gilberto Benetti para reitor, rompendo com um ciclo de indicações políticas, através das quais só chegava à Administração Central quem fosse alinhado ao pensamento dos militares.

Já Rondinel comenta sobre o impacto dos cortes orçamentários nas universidades, que vêm sofrendo com o ajuste fiscal desde 2014 e, segundo o docente, “não têm mais de onde cortar, estando no limite da sobrevivência”.

10 anos de ações afirmativas

Na página 7, fazemos uma reflexão sobre os 10 anos de implementação das ações afirmativas na UFSM, desde a Resolução nº 011 de 2007, até a Lei nº 12.711 de 2012. Focalizando a questão racial, Rosane Mello, do Núcleo de Ações Afirmativas Sociais, Étnico-Raciais e Indígenas, diz que cerca de quatro mil estudantes negros e negras já ingressaram na UFSM na última década.

Aproveitamos para fazer uma ERRATA: na capa de nosso jornal, a chamada para tal reportagem é “20 anos de ações afirmativas na UFSM”. Contudo, como mencionamos acima, trata-se de uma década de vigência, e não de 20 anos.

Segurança alimentar e literatura infantil

Na página 8, tem dica de literatura infantil com a professora do departamento de História da UFSM, NIkelen Witter, e também matéria sobre projeto coordenado pela professora Cristiane de Paula, do departamento de Enfermagem da UFSM. Com foco em garantir segurança alimentar e nutricional às crianças que não recebem leite materno, o projeto foi premiado, em 2017, pelo World Food Programme (WFP), vinculado à ONU.

*Caso você seja sindicalizado (a) e não esteja recebendo o jornal em sua casa, avisa a gente.

**Se tiver sugestão de pauta para as próximas edições do jornal, escreve um email para sedufsm@terra.com.br ou liga para 3222-1788.

 

Boa leitura!

Texto: Bruna Homrich

Imagem: J. Adams Propaganda

Assessoria de Imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2019 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet