Notícias

14/06/2019   14/06/2019 16h20 | A+ A- | 410 visualizações

Greve Geral em Santa Maria iniciou com piquete em empresas de ônibus

Manifestantes também fecharam entrada do campus da UFSM, na Avenida Roraima


Piquete na empresa Medianeira começou antes de amanhecer o dia

Sindicalistas, servidores públicos, trabalhadores em geral, estudantes e integrantes de movimentos sociais, acordaram cedo nesta sexta (14) para dar concretude à Greve Geral convocada pelas centrais sindicais brasileiras. O movimento, de caráter nacional, é contra a Reforma da Previdência e, em oposição aos cortes na educação,  ações promovidas pelo governo Bolsonaro. Em Santa Maria, a manhã começou com piquetes em duas empresas de ônibus: Expresso Medianeira e Centro Oeste. Afora isso, ocorreram bloqueios em algumas rodovias da região, e também, uma manifestação na entrada do campus da UFSM, na Avenida Roraima, com a participação dos três segmentos que integram a instituição.

A mobilização junto às duas empresas de transporte coletivo, sendo que a Medianeira, é a maior da cidade, gerou uma redução significativa dos ônibus em circulação. O retorno à normalidade só ocorreu após as 11h, quando houve a liberação, por parte dos manifestantes, das entradas das duas garagens das empresas. Não houve registro de confrontos, mesmo quando os apoiadores da greve realizaram um bloqueio temporário na rodovia, próxima à Viação Centro Oeste. Neste momento, os policiais rodoviários da Brigada Militar pressionaram pela liberação da via.

UFSM

Na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), campus de Camobi, a concentração dos manifestantes iniciou por volta das 6h, no lonão (barraca) em frente ao prédio do CCNE. Logo em seguida, estudantes, técnicos e docentes, se deslocaram até a rótula da Avenida Roraima no entroncamento com a rodovia que conduz a Porto Alegre. Portando faixas e cartazes em defesa de mais recursos para a educação e contra a reforma previdenciária, os manifestantes, compostos de um contingente amplo do segmento estudantil, fecharam aquela entrada do campus, inclusive com o uso de pneus. Entretanto, servidores do Hospital Universitário, pacientes que se dirigiam ao Husm e ambulâncias em deslocamento para aquele local, tiveram livre acesso.

REGIÃO

Há registros de atividades relacionadas à greve geral em vários municípios da região. É o caso de Frederico Westphalen e também de Sarandi, em cuja rodovia houve concentração de manifestantes. A Sedufsm recebeu imagens também de organização de ações grevistas em Agudo e São Sepé. O diretor da Sedufsm, Gihad Mohamad, se deslocou para apoiar a manifestação em Cachoeira do Sul.



(VER MAIS FOTOS ABAIXO, EM ANEXO)

Texto: Fritz R. Nunes

Fotos: Fritz R. Nunes e divulgação

Assessoria de imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2019 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet