ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que a partir de segunda, 23 de março, a sede do sindicato estará fechada e todos os atendimentos serão realizados de forma remota (online), por tempo indeterminado. Os (as) sindicalizados (as) poderão entrar em contato com a entidade das 8h às 12h e das 14h às 18h através do e-mail sedufsm@terra.com.br ou dos telefones (55) 99614-2696 e (55) 99935-8017.

Sindicato


Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
sedufsm@terra.com.br

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

16/09/2019   16/09/19 18h36 | A+ A- | 1128 visualizações

Membros do Conselho da UFFS pedem renúncia de interventor

Marcelo Recktenvald, terceiro da lista a reitor, nomeado pelo governo e agora sob pressão da comunidade


Estudantes ocupam prédio da reitoria, em Chapecó, desde o dia 30 de agosto

No dia 15 de setembro, data na qual se comemoram os 10 anos da Universidade da Fronteira Sul (UFFS), conselheiros, entre titulares e suplentes do Conselho Universitário, apresentaram carta de pedido de renúncia a Marcelo Recktenvald, atualmente ocupando o cargo de Reitor da instituição. O documento assinala, entre outras coisas, que: “Considerando que somos conselheiros do Consuni democrática e legitimamente eleitos exigimos o restabelecimento da democracia institucional e o respeito à autonomia da UFFS o que só pode ser conseguido quando o senhor Marcelo Recktenvald deixar o cargo de reitor que hoje ocupa de maneira indevida”.

A UFFS vive um processo de efervescência desde o dia 30 de agosto, quando professores, alunos e técnico-administrativos iniciaram um protesto contra a nomeação a reitor, pelo governo Bolsonaro, de Marcelo Recktenvald, terceiro lugar na lista tríplice. Os estudantes da universidade ocuparam o prédio da reitoria, no centro de Chapecó (SC), na mesma data da nomeação. Nos dias subsequentes, as assembleias gerais dos docentes e técnicos e outras diversas manifestações de não reconhecimento marcaram a desaprovação da escolha por parte da comunidade.

Entre elas, uma Assembleia da Comunidade Universitária na reitoria ocupada no mesmo momento em que acontecia a cerimônia de posse. No dia seguinte, recepcionado com protesto e vaias no aeroporto, o reitor interventor pediu reintegração do prédio. A juíza, entretanto, negou a liminar e foi até a ocupação para dialogar com os ocupantes, marcando para a semana seguinte, dia 10 de setembro, uma audiência de conciliação. Nessa, os ocupantes reafirmaram seu não reconhecimento de Marcelo como Reitor e se dispuseram a dialogar com a Universidade através do Conselho Universitário.

Na última sexta, 13, o Conselho Universitário da UFFS se reuniu para constituir comissão de negociação e assim dialogar com os ocupantes do prédio da Reitoria da UFFS. O Conselho aprovou ainda os seguintes encaminhamentos:

- Nota de repúdio à nomeação de Reitor da UFFS (conforme citado no início desta matéria);

- Moção de Solidariedade às manifestações da Comunidade Universitária contrárias à nomeação de Marcelo Recktenvald para o cargo de reitor da Universidade Federal da Fronteira Sul;

- Manifestação de agradecimento e regozijo à Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina e ao Conselho Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina, em razão da contrariedade expressada à nomeação de Marcelo Recktenvald.

Fonte: Sinduffs e ANDES-SN

Foto: APP Sindicato

Edição: Fritz R. Nunes (Sedufsm)



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2020 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet