Notícias

12/11/2019   12/11/2019 16h17 | A+ A- | 219 visualizações

Cultura na Sedufsm teve noite de congraçamento

Daniel Morales e Oficina de Música da UFSM emocionaram nos 30 anos da seção sindical


Daniel Morales e os integrantes do projeto Oficina de Música da UFSM

O tema do 80º Cultura na Sedufsm não podia ser mais apropriado: a “Cultura como ferramenta de luta”, que trouxe ao auditório Suze Scalcon da seção sindical, o professor do curso de Música da UFSM, Daniel Morales, acompanhado de integrantes do projeto Oficina de Música. De um jeito carismático, informal e por vezes carinhoso, o coordenador desse projeto, que já dura 27 anos, conseguiu um verdadeiro congraçamento entre os presentes, que estavam no local para prestigiar o tema do Cultura na Sedufsm, mas também para comemorar os 30 anos de vida do sindicato, cuja data era também naquela quinta, 7 de novembro.

Durante a apresentação de Morales, com estudantes, e seu fiel escudeiro, o professor Bira (Ubiratan Tupinambá da Costa), diversas canções de impacto da cultura latino-americana foram lembradas como “América Latina”, que tem entre seus compositores, o saudoso professor Humberto Gabbi Zanatta. O professor de Música também “convocou” ao palco alguns convidados da plateia. E, assim, mesmo de forma tímida, o técnico-administrativo e também músico, Renato Molina, acabou por fazer coro na obra-prima do pelotense Vitor Ramil: “Canção da meia-noite”.

As músicas que compuseram o repertório do Cultura na Sedufsm do dia 7 de novembro não foram escolhidas por acaso. Conforme Morales, o objetivo não era somente enfatizar canções que falavam da América Latina, mas especialmente que traziam uma mensagem que exortava a todos a construir “um mundo melhor, mais humano”. É o caso de “Te quiero”, do escritor e poeta uruguaio Mário Benedetti. “Tuas mãos são minha carícia. Meus acordes do dia a dia. Te amo porque tuas mãos trabalham pela justiça”. A canção em forma de poesia foi recitada pelo aluno do Oficina de Música, Gabriel Zepp.

No epílogo da apresentação, Daniel Morales chamou ao palco o professor Ricardo Rondinel, ex-presidente da Sedufsm, e que tem enveredado pelo mundo da música já há algum tempo. Coube a ele encerrar a noite de congraçamento, interpretando Daniel Torres e sua canção de esperança- “Color esperanza”:

Saber que se pode querer que se possa
Tirar os medos, jogá-los fora
Pintar a cara da cor da esperança
Provocar o futuro com o coração
Vale mais poder brilhar
Que apenas tentar ver o Sol
Com o coração
.”

Não é a primeira vez que o professor Daniel Morales participa do projeto Cultura na Sedufsm.  Em 14 de dezembro de 2009, ele esteve na 40ª edição respondendo ao tema provocativo: “Música engajada ou alienante?”. Com ele estiveram o músico Renato Molina e o professor de Música e coordenador, à época, do projeto Cuíca, Edu Pacheco.

(MAIS FOTOS ABAIXO, EM ANEXO)

Texto: Fritz R. Nunes

Fotos: Rafael Balbueno

Assessoria de imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2019 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet