ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que a partir de segunda, 23 de março, a sede do sindicato estará fechada e todos os atendimentos serão realizados de forma remota (online), por tempo indeterminado. Os (as) sindicalizados (as) poderão entrar em contato com a entidade das 8h às 12h e das 14h às 18h através do e-mail sedufsm@terra.com.br ou dos telefones (55) 99614-2696 e (55) 99935-8017.

Sindicato


Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
sedufsm@terra.com.br

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

15/07/2020   15/07/20 12h18 | A+ A- | 344 visualizações

Kiss: pandemia é mais um entrave às famílias na busca por justiça

AVTSM está fechada no momento, mas há expectativa quanto ao retorno do Judiciário


Flávio Silva: AVTSM aguarda fim do isolamento social para que júri de réus possa ocorrer

A expectativa dos familiares que perderam entes queridos na tragédia da boates Kiss, em 27 de janeiro de 2013, era de que este ano finalmente ocorresse o julgamento dos acusados (dois ex-proprietários da casa noturna e mais os dois músicos). No entanto, o desencadeamento da pandemia de Covid-19 acabou sendo mais um entrave na tentativa de que finalmente se chegasse a um veredicto em relação à culpabilidade dos responsáveis pelo incêndio, que ceifou a vida de 242 pessoas, além de provocar centenas de feridos.

Conforme o presidente da Associação de Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), Flávio Silva, no início de maio ocorreria a análise, pelo Tribunal de Justiça do RS (TJ-RS), do pedido para que o julgamento dos quatro réus ocorra em Porto Alegre. Em virtude do isolamento social, e a suspensão do trabalho presencial, a apreciação pelo TJ foi suspensa. 

Atualmente, conforme a decisão em vigor, três réus serão julgados na capital, e um quarto, que é um dos músicos, em Santa Maria. Para Flávio, não tem sentido que os familiares tenham que passar duas vezes pelo mesmo sofrimento. Sendo assim, já que o Judiciário não permitiu que os réus fossem julgados em Santa Maria, a intenção da AVTSM é de que haja apenas um júri, com todos os réus em Porto Alegre. Há uma certa ansiedade por parte da Associação pelo retorno das atividades presenciais na justiça gaúcha.

Perguntado sobre o andamento do trabalho da AVTSM nesse período de isolamento social, Flávio Silva disse que a sede, que funciona junto ao prédio da Antiga Reitoria da UFSM, está fechada. Segundo ele, os medicamentos que muitos precisam continuam sendo adquiridos com um bom desconto junto a uma rede de farmácias da cidade. Em relação a possíveis famílias com vulnerabilidade social, Flávio explicou que a Associação ajudou muitos deles até 2015, mas que depois dessa data, não houve mais necessidade.

 

Texto: Fritz R. Nunes

Foto:Arquivo

Assessoria de imprensa da Sedufsm

 



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2020 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet