MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Sindicato

ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que, desde o dia 23 de março de 2020, em função da pandemia, a sede do sindicato está fechada e os atendimentos sendo realizados de forma remota. Os (as) sindicalizados (as) podem entrar em contato com a entidade das 8h às 12h e das 14h às 18h através do e-mail sedufsm@terra.com.br ou pelos telefones (55) 99962-2248 e (55) 99935-8017.


Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
sedufsm@terra.com.br

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

29/09/2020   29/09/20 17h32 | A+ A- | 382 visualizações

9º Conad: Docentes discutem luta contra Reforma Administrativa

Evento demarcou necessidade de sensibilizar população sobre a importância dos serviços públicos


Conad extraordinário teve início na segunda, 28 e segue até a quarta, 30

O 9º Conad Extraordinário do ANDES-SN, que teve início na última segunda, 28, reservou a tarde do primeiro dia para as discussões relativas ao movimento docente e à conjuntura. Sobre o tema foram apresentados cinco textos de resolução, expressos no Caderno de Textos do evento, sobre o momento político, econômico e social observado no Brasil e também no cenário internacional. A tônica comum de todos os textos foi a compreensão de que a crise do Capital e exploração dos trabalhadores, aprofundada pela crise sanitária provocada pelo novo coronavírus, foi intensificada nos últimos dois meses com mais ataques aos trabalhadores.

Foram destacados como exemplos a reforma administrativa, que desmonta os serviços públicos com grande impacto para a população brasileira; os cortes no orçamento previstos para 2021 em diversas áreas de política sociais; e a adoção do Ensino Remoto Emergencial em muitas universidades federais e estaduais, Institutos Federais e Cefet, que não garante a inclusão dos estudantes e está adoecendo os docentes e técnicos.

Dia Nacional de Luta Contra a Reforma Administrativa

A luta contra a reforma administrativa, em unidade com diversos segmentos dos servidores das três esferas, foi apontada como um dos desafios centrais para este período. Além de dialogar com a categoria sobre os impactos previstos na reforma, muitos docentes apontaram a necessidade de combater e desconstruir, junto à sociedade, o discurso falacioso, fortalecido pelos veículos de imprensa de massa, de que os servidores públicos são responsáveis pela crise do Estado brasileiro, pois supostamente receberiam altos salários e regalias. 

Diante desses desafios, foi ressaltada a importância do dia de luta nacional convocado para esta quarta-feira, 30, com atos virtuais e presenciais - onde for possível. Também se mencionou a necessidade de ampla articulação com outros movimentos e o fortalecimento dos espaços conjuntos que o ANDES-SN já compõe, a exemplo da CSP-Conlutas, do Fonasefe e do Fórum Sindical, Popular e de Juventudes pelos Direitos e Liberdades Democráticas.

Outros dois temas presentes em muitas avaliações foram o ataque à autonomia universitária, através da intervenção do governo Bolsonaro nos processos de escolha de reitores para as instituições federais, e o projeto ‘Future-se’, que já tramita no Congresso Nacional.

De acordo com Guinter Leipnitz, diretor do ANDES-SN que presidiu a plenária, foi uma discussão de análise de conjuntura bastante rica, que apontou para muitos elementos, como, por exemplo, a pandemia da Covid-19, seus impactos na vida da classe trabalhadora e na realidade de ensino – com a imposição do ensino remoto.

“Os ataques que estão sendo deferidos pelo governo de extrema direita de Jair Bolsonaro, desde o início da pandemia e, agora, a intensificação com a proposta de reforma administrativa, também pautaram o debate. Enfim, a necessidade da gente construir saídas de uma maneira unificada, num contexto que é bastante difícil e talvez inédito na história do país e dos sindicatos como um todo. É preciso unificar as forças em mobilização para esses enfrentamentos que se colocam para todos e todas nós. Isso, ainda, em um cenário de disputa dentro do Sindicato, com a eleição da nova direção”, acrescentou Guinter.

Compuseram também a mesa da plenária as diretoras Jacqueline Lima, Elizabeth Barbosa e o diretor Erlando Rêses.

9º Conad Extraordinário

O 9º Conad Extraordinário do ANDES-SN teve início na manhã da última segunda-feira, 28, e segue até esta quarta, 30. Após a plenária do Tema 01, os participantes se dividirão em grupos de trabalho para debater as propostas de resoluções referentes aos planos de lutas dos setores do ANDES-SN e às questões organizativas e financeiras. Os GTs ocorreram na noite da segunda e na manhã da terça. No período da tarde, são retomadas as plenárias deliberativas.

O encontro tem como tema "A vida acima dos lucros: Em defesa das instituições de ensino, dos serviços públicos e da autonomia sindical!". Este é o segundo Conad extraordinário realizado pela internet, em decorrência da pandemia da Covid-19. O anterior ocorreu nos dias 30 e 31 de julho.

Até o momento, o 9º Conad Extraordinário do ANDES-SN conta com 67 delegados e delegadas e 124 observadores e observadoras, de 70 seções sindicais, 9 convidados e convidadas e 26 diretoras e diretores do Sindicato Nacional, totalizando 226 participantes.

A Sedufsm está representada no evento pela seguinte delegação, eleita em assembleia da categoria: Márcia Morschbacher (delegada); João Carlos Gilli Martins (observador) e Getúlio Lemos (observador).

 

Fonte e imagem: ANDES-SN

Edição: Bruna Homrich/Assessoria de Imprensa da Sedufsm

 



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2021 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041