MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Sindicato

ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que, desde o dia 23 de março de 2020, em função da pandemia, a sede do sindicato está fechada e os atendimentos sendo realizados de forma remota. Os (as) sindicalizados (as) podem entrar em contato com a entidade das 8h às 12h e das 14h às 18h através do e-mail sedufsm@terra.com.br ou pelos telefones (55) 99962-2248 e (55) 99935-8017.


Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
sedufsm@terra.com.br

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

21/12/2020   21/12/20 11h03 | A+ A- | 414 visualizações

Conselho Municipal de Saúde quer ser ouvido para a vacinação em Santa Maria

Em reunião ocorrida dia 15 de dezembro foi lembrado que usuários representam 50% do CMS


Reunião do Conselho Municipal de Saúde em fevereiro de 2020

Em reunião ocorrida no dia 15 de dezembro, a Mesa Diretora do Conselho Municipal de Saúde (CMS) discutiu sobre a preparação adequada para o planejamento da vacinação em nosso município. Conforme a diretora da Sedufsm, e que é vice-presidente do CMS, professora Marian Noal Moro, foi enfatizado que os membros do órgão desejam ser “parceiros neste planejamento” na medida em que são responsáveis pelo Controle Social do Sistema Único de Saúde (SUS). Para o Conselho, quanto mais participação tiverem, mais aumenta a possibilidade de acerto na estratégia do plano de vacinação. Conforme Marian, o CMS tem em sua composição 50% de usuários, o que demostra a importância de ouvi-los, pois são o elo de ligação com aqueles que receberão a vacina.

No que se refere à campanha de vacinação propriamente dita, o entendimento do Conselho Municipal de Saúde é que ela deve ser “muito esclarecedora tanto quanto à segurança e confiabilidade das vacinas apresentadas”. Também é importante, na visão dos conselheiros, que se garanta que haverá vacina para todos (as), dentro do agendamento das prioridades. Na reunião do dia 15, esclarece a vice-presidente, também foi ventilada a ideia de o CMS se unir a outros setores importantes da sociedade para acompanharem de perto a programação da vacinação. E um dos setores que já manifestou interesse em atuação conjunta é a Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores.

Conforme Marian, no dia seguinte à reunião do Conselho Municipal, em 16 de dezembro, foi divulgado pelo governo federal o Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19. Segundo ela, o plano nacional e as definições das primeiras estratégias de vacinação em nosso município devem ser pauta da próxima reunião da mesa diretora e também da plenária do CMS.

Petição em busca de mais recursos à saúde

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) aprovou na sexta (11/12), durante a 66ª Reunião Ordinária, recomendação direcionada ao presidente da república, Jair Bolsonaro. A partir da identificação, por parte da Comissão Intersetorial de Orçamento e Financiamento (Cofin/CNS), de fatores que prejudicam o financiamento da Saúde Pública em contexto de pandemia, o objetivo do Conselho é que sejam adotadas medidas corretivas de forma emergencial.

A recomendação considera a análise do Relatório Quadrimestral de Prestação de Contas do 2º quadrimestre de 2020, com dados até agosto. Para André Luiz de Oliveira, coordenador da Cofin, além da lentidão na execução orçamentária, há também insuficiência nos valores para as ações contra a Covid-19. Segundo ele, isso não pode se repetir no ano de 2021, diante do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) enviado pelo governo ao Congresso Nacional, que tem proposta de orçamento insuficiente, segundo o CNS. 

“Para o próximo ano, será preciso orçamento para custear a demanda reprimida e as vacinas. Seguiremos enfrentando a questão dos leitos, da segunda onda de Covid-19. Não dá para pensarmos numa regressão orçamentária”, disse. O CNS reivindica, por meio de petição online, que haja adicional de créditos emergenciais para a Saúde no valor de R$ 35 bilhões no próximo ano, assim como foi em 2020, pois os danos da pandemia vão continuar.

 

Texto: Fritz R. Nunes com informações do CNS
Assessoria de imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2021 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041