MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Sindicato

ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que, desde o dia 23 de março de 2020, em função da pandemia, a sede do sindicato está fechada e os atendimentos sendo realizados de forma remota. Os (as) sindicalizados (as) podem entrar em contato com a entidade das 8h às 12h e das 14h às 18h através do e-mail sedufsm@terra.com.br ou pelos telefones (55) 99962-2248 e (55) 99935-8017.


Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
sedufsm@terra.com.br

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

04/02/2021   04/02/21 12h54 | A+ A- | 474 visualizações

Conselho de Representantes da Sedufsm posiciona-se sobre calendário acadêmico

Defesa da segurança sanitária e crítica à precarização do trabalho docente são endossadas pela Direção da Sedufsm


Avenida Roraima, principal acesso ao campus da UFSM em Santa Maria

Os (as) integrantes do Conselho de Representantes (CR) da Sedufsm, reunidos para discutir a questão do calendário acadêmico (primeiro semestre de 2021), divulgaram um documento à categoria docente no qual se posicionam em defesa da segurança sanitária para um retorno presencial. A posição é endossada pela Direção da Sedufsm, que está preocupada com a continuidade do Regime de Exercícios Domiciliares Especiais (REDE), que voltará ao debate na sessão do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) da próxima terça (9/02), às 8h30.

No texto, conselheiras e conselheiros rechaçam a sobreposição de um calendário suplementar ao calendário regular da instituição. Reivindicam, ainda, que sejam estabelecidos instrumentos e indicadores de avaliação sobre a metodologia usada pelo Regime de Exercícios Domiciliares Especiais (REDE) no segundo semestre letivo de 2020, como forma de, não apenas guiar a formulação do calendário acadêmico de 2021, mas priorizar o compromisso com a qualidade do ensino na UFSM.  

A posição do Conselho de Representantes, que reproduzimos a seguir, tem a concordância integral da diretoria da Sedufsm.

O Conselho de Representantes da Seção Sindical dos Docentes da UFSM (SEDUFSM) em reunião para discutir o calendário acadêmico 2021/1, torna público sua posição:

Desde o início do trabalho em REDE, em virtude da pandemia do COVID-19, o corpo docente da UFSM vivencia uma nova realidade, com a intensificação e a precarização das condições de trabalho, na qual o trabalho remoto passou a ser dividido com o cotidiano das tarefas domésticas e realizado com o uso de suas próprias infraestruturas, não só para aulas, mas também para reuniões e as mais variadas atividades de ensino-pesquisa-extensão. Considera-se que a carga de trabalho aumentou com a adoção do sistema remoto e a incerta participação dos discentes e, por conseguinte, a qualidade dos processos de ensino, tende a diminuir, haja vista as diferenças na abrupta transposição didática do sistema presencial para o REDE.

Diante da circulação de propostas de um suposto plano de retorno presencial que muito preocupa as/os conselheiras/os, diante da pressão sanitária, esgotamento emocional e ausência da observância de protocolos sanitários que resguardem a comunidade universitária e a autorizem que este retorno ocorra, faz-se necessário registrar nosso alerta.

Partindo deste cenário e do descaso governamental em vacinar amplamente e de forma rápida toda a população, o Conselho manifesta sua posição a partir dos seguintes pontos a respeito do calendário 2021/1:

- Não é possível aceitar o retorno presencial das atividades sem segurança sanitária;

- Não é admissível intensificar o trabalho docente com uma possível sobreposição do calendário suplementar ao calendário regular da instituição. O Calendário suplementar foi instituído de acordo com o que foi aprovado pelo CEPE e materializado na Resolução 024, de 11 de agosto de 2020, respeitando as 15 semanas de um calendário exclusivo e sem sobreposição seja com o calendário regular seja com os períodos de férias docentes;

- Mostra-se imprescindível que a UFSM produza indicadores para avaliação do segundo semestre de 2020, que está sendo concluído pelo sistema REDE. Entende-se que somente a partir desse processo de avaliação será possível guiar a proposição de atividades e, especialmente, apontar elementos para a formulação do calendário para 2021, de modo a reduzir as debilidades inerentes ao improviso, fruto da conversão apressada para o sistema remoto. A melhoria da qualidade da formação do ensino deve ser o critério básico a orientar a formulação do novo calendário no contexto da pandemia.

                                                                      Santa Maria, 3 de fevereiro de 2021.”

 

Edição: Fritz R. Nunes

Foto: UFSM

Assessoria de imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2021 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041