MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Sindicato

ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que a partir de segunda, 23 de março, a sede do sindicato estará fechada e todos os atendimentos serão realizados de forma remota (online), por tempo indeterminado. Os (as) sindicalizados (as) poderão entrar em contato com a entidade das 8h às 12h e das 14h às 18h através do e-mail sedufsm@terra.com.br ou dos telefones (55) 99614-2696 e (55) 99935-8017.


Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
sedufsm@terra.com.br

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

12/02/2021   12/02/21 16h36 | A+ A- | 127 visualizações

ANDES-SN tem comissão para apoiar docentes perseguidos politicamente

Professores/as que desejarem auxílio devem preencher formulário que está em anexo ao final da página


Comissão foi criada ainda em 2018 e agora tem novos membros responsáveis por acompanhar denúncias

O ANDES-SN possui, desde 2018, a Comissão Nacional de Enfrentamento à Criminalização e à Perseguição Política a Docentes, criada com o objetivo de amparar docentes que sejam perseguidos, investigados, judicializados e criminalizados politicamente dentro e fora das Instituições Federais de Ensino, dos Institutos Federais ou dos CEFETs.

Em circular encaminhada recentemente às seções sindicais, a diretoria nacional, além de informar quem são os novos membros da Comissão para o biênio 2020-2022 (Amauri Fragoso de Medeiros – 1º Tesoureiro; Jennifer Webb Santos – 3ª Tesoureira; Elizabeth Vasconcelos Barbosa – 1ª Vice-Presidenta Regional RJ), também explicou o passo a passo que os/as docentes devem realizar para solicitar o apoio do Sindicato Nacional nessas situações.

De início, o/a professor/ deve preencher o formulário que segue em anexo ao final desta página, enviando o documento para o email secretaria@andes.org.br. A partir daí, a Comissão vai definir os próximos passos, como o destacamento de um diretor nacional para acompanhar individualmente o caso, bem como reuniões com a Assessoria Jurídica Nacional e a escolha de um advogado local para também acompanhar o/a professor/a ameaçado.

A Comissão foi criada durante o 37º Congresso do ANDES-SN, realizado em 2018, em Salvador (BA), quando foi aprovada a seguinte resolução:

“Que o ANDES-SN, em caráter emergencial, constitua uma comissão formada por três integrantes da coordenação do GTPFS, três do coletivo jurídico e em cada caso representantes das seções sindicais ou das secretarias regionais envolvidas na denúncia que ficará responsável pelo levantamento, acompanhamento e denúncia dos casos de assassinatos, perseguições, investigações, judicializações e criminalizações de caráter político promovidos pelos aparelhos repressivos do Estado ou por grupos reacionários organizados dentro e fora das Instituições de Ensino Superior, IFs, CEFETs, com o fim de repressão e cerceamento da liberdade de pesquisa, de ensino, de aprendizagem, de mobilização e de luta. Essa comissão deverá se articular de forma mais ampla com os coletivos de luta, partidos, movimentos sociais e sindicatos, garantindo rápida divulgação, acompanhamento e proteção, e quando necessário, deverá ser prestada assessoria jurídica aos docentes criminalizados.”

 

Texto: Bruna Homrich

Imagem: ANDES-SN

Assessoria de Imprensa da Sedufsm



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!

Documentos




Compartilhe com sua rede social!














© 2021 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041