MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Cartilha sobre a PEC 32


ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que desde o dia 20 de outubro de 2021 recomeçou o atendimento presencial na sede. Os (as) sindicalizados (as) devem entrar em contato pelo e-mail [email protected] ou pelo fone (55) 3222.5765 para fazer o agendamento da ida à sede.


Últimas Notícias

Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
[email protected]

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

06/12/2018   10/12/2018 12h35m   | A+ A- |   996 visualizações

Estudantes e educadores protestam contra aprovação de moção em apoio ao Escola sem Partido

Por 15 votos a 5, vereadores de Santa Maria aprovaram texto na tarde desta quinta, 6

Moção foi aprovada sob gritos de ordem que reivindicavam uma Escola sem Mordaça
Moção foi aprovada sob gritos de ordem que reivindicavam uma Escola sem Mordaça

A moção em apoio ao projeto ‘Escola sem Partido’ foi aprovada na sessão plenária da Câmara de Vereadores de Santa Maria desta quinta-feira, 6, sob fortes protestos de estudantes, professores e movimentos sociais. Para os manifestantes, a moção, de autoria do vereador João Kaus (MDB), referenda um projeto que visa a amordaçar os educadores e minar o pensamento crítico na sala de aula.

Com guardas municipais na porta da Câmara e duas viaturas da Brigada Militar no outro lado da rua, a entrada de pessoas para assistirem à sessão foi restrita, tendo sido distribuídas 40 fichas para apoiadores da moção, e 40 para contrários à moção. Desta forma, algumas dezenas de manifestantes permaneceram do lado de fora da Casa.

Após a votação da moção, em que 15 vereadores manifestaram-se a favor, e 15 manifestaram-se contra, houve espaço para as justificativas de voto. Quem justificou foram os vereadores Celita Silva (PT), Valdir Oliveira (PT), Jorge Trindade (Jorjão – REDE) e Manoel Badke (DEM). Os três primeiros manifestaram-se contrários à moção, centrando seus argumentos na defesa da liberdade de cátedra, cerceada pelo projeto ‘Escola sem Partido’. Já Badke manifestou-se a favor do projeto.

A moção estava na pauta da sessão da Câmara na última terça, 4, quando a mesa diretoria decidiu interromper e adiar a sessão após manifestantes contrários ao projeto ‘Escola sem Partido’ adentrarem a Casa.


Texto e fotos: Bruna Homrich

Assessoria de Imprensa da Sedufsm

Fotos da Notícia

Moção foi aprovada sob gritos de ordem que reivindicavam uma Escola sem Mordaça Comemoração dos favoráveis ao projeto Escola sem Partido

Compartilhe com sua rede social


© 2021 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041