MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Cartilha sobre a PEC 32


ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que desde o dia 20 de outubro de 2021 recomeçou o atendimento presencial na sede. Os (as) sindicalizados (as) devem entrar em contato pelo e-mail [email protected] ou pelo fone (55) 3222.5765 para fazer o agendamento da ida à sede.


Últimas Notícias

Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
[email protected]

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

30/05/2019   30/05/2019 15h43m   | A+ A- |   1780 visualizações

Assembleia docente delibera sobre adesão à greve geral

Campus de Santa Maria tem plenária no dia 4 de junho e Frederico e Palmeira no dia 6

Professores do campus de Cachoeira do Sul decidiram aderir à greve geral
Professores do campus de Cachoeira do Sul decidiram aderir à greve geral

Os professores da UFSM do campus de Santa Maria decidem em assembleia na terça, 4 de junho, se aderem à greve geral de 24h contra a reforma da previdência, chamada para o dia 14 de junho. A plenária inicia às 10h em primeira chamada e às 10h30, em segunda chamada, no Auditório B1, anexo B do prédio 17 (Geociências). Já nos campi de Frederico Westphalen e Palmeira das Missões, as assembleias acontecem no dia 6 de junho, e debatem o mesmo tema: adesão à greve geral. Já no campus de Cachoeira do Sul, a plenária deliberativa ocorreu nesta quarta (29) e a decisão foi por aderir à paralisação de 24h (ver matéria mais abaixo).

Confira os dias, horários, locais e pautas das assembleias:

CAMPUS SANTA MARIA

Data: Terça, 4 de junho

Hora: 10h (1ª chamada), 10h30 (2ª chamada)

Local: Anfiteatro B1 (anexo B do prédio 17, Geociências)

Pauta

  1. Informes;
  2. Greve geral dia 14 de junho;
  3. Escolha de delegado (a) ao 64º Conad;
  4. Assuntos gerais.

CAMPUS FREDERICO WESTPHALEN

Data: Quinta, 6 de junho

Hora: 8h30 (1ª chamada); 9h (2ª chamada)

Local: Centro de Convivência

Pauta

  1. Informes;
  2. Greve geral de 14 de junho;
  3. Assuntos gerais.

CAMPUS DE PALMEIRA DAS MISSÕES

Data: Quinta, 6 de junho

Hora: 14h (1ª chamada); 14h30 (2ª chamada)

Local: Sala 218 (prédio 1)

Pauta

  1. Informes;
  2. Greve geral de 14 de junho;
  3. Assuntos gerais.

Docentes da UFSM de Cachoeira aprovam paralisação

Em assembleia ocorrida no final de tarde desta quarta, 29 de maio, docentes do campus da UFSM de Cachoeira do Sul deliberaram pela paralisação de 24h no dia 14 de junho, data da greve geral convocada pelas centrais sindicais em oposição ao projeto de reforma previdenciária do governo Bolsonaro.

Durante a plenária, que foi coordenada pelos diretores da Sedufsm- professores Júlio Quevedo, João Carlos Gilli Martins e Carlos Pires- diversos docentes daquela Unidade manifestaram preocupação com os cortes orçamentários efetuados pelo governo federal. Há bastante insegurança em relação ao futuro do campus de Cachoeira do Sul.

Na explanação feita para embasar a decisão dos professores, o vice-presidente da Sedufsm, professor João Carlos Gilli Martins, destacou que a redução gradativa de verba para as instituições federais de ensino está imbricada com o principal objetivo do atual governo, que é o de privatizar o que ainda resta de serviço público. Neste caso, faltariam entregar ao setor privado a educação, a saúde e a previdência pública.

Para Gilli Martins, os sucessivos cortes de recursos, que acabam por levar a um estrangulamento financeiro das universidades, tem em sua essência a ideia de precarizar para depois privatizar. O objetivo maior, conforme o dirigente da Sedufsm, é manter o Brasil como colônia dos países desenvolvidos, não necessitando para isso uma universidade produtora de saberes, mas apenas de mão de obra.

Diante desse quadro, os diretores do sindicato enfatizaram que as mobilizações vêm num crescente, desde o dia 15 de maio, não apenas em Santa Maria, mas também nos campi de Frederico e Palmeira. Por esse viés, a diretoria da Sedufsm auxiliou no sentido de que no campus de Cachoeira seja montada uma comissão de mobilização, que deverá atuar em consonância com as comissões das demais Unidades.

Texto e foto: Fritz R. Nunes

Assessoria de imprensa da Sedufsm

 

Fotos da Notícia

Professores do campus de Cachoeira do Sul decidiram aderir à greve geral Assembleia docente na UFSM de Cachoeira do Sul ocorreu nesta quarta, 29

Compartilhe com sua rede social


© 2021 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041