MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Sindicato

ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que, desde o dia 23 de março de 2020, em função da pandemia, a sede do sindicato está fechada e os atendimentos sendo realizados de forma remota. Os (as) sindicalizados (as) podem entrar em contato com a entidade das 8h às 12h e das 14h às 18h através do e-mail [email protected] ou pelos telefones (55) 99962-2248 e (55) 99935-8017.


Últimas Notícias

Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
[email protected]

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

05/02/2020     | A+ A- |   767 visualizações

Ponto de Pauta discute Arte e Cultura como ferramentas sindicais

Edição contou com a participação de Orlando Fonseca e Máucio

Máucio e Orlando falaram sobre o uso dessas ferramentas no decorrer dos 30 anos da Sedufsm, mas também projetaram o futuro.
Máucio e Orlando falaram sobre o uso dessas ferramentas no decorrer dos 30 anos da Sedufsm, mas também projetaram o futuro.

A nova edição do Ponto de Pauta, programa de debates e entrevistas da Sedufsm, trouxe como tema a utilização da arte e da cultura como ferramentas da luta sindical. E o fez ainda na esteira das celebrações dos 30 anos da Sedufsm, comemorados em 2019, afinal, como convidados dessa edição estavam duas figuras bastante conhecidas pela atuação artística e cultural, mas também com trajetórias muito ligadas à história da própria Sedufsm: Orlando Fonseca e Mario Lucio Bonotto Rodrigues, o Máucio.

Orlando Fonseca é professor aposentado da UFSM. Doutor em Teoria da Literatura, é também escritor e poeta. O que talvez alguns entre os mais jovens não saibam, é que Orlando participou de 3 gestões da Sedufsm (92/94, 98/00, 06/08) e esteve, inclusive, entre os presentes na assembleia de fundação do sindicato, em 7 de novembro de 1989. Durante estas gestões, mesmo com as grandes demandas do período (em especial no início dos anos 90, época de greves e duros enfrentamentos) Orlando sempre atuou ativamente para que a arte e a cultura fossem instrumentos centrais na ação da Sedufsm.

Já Mario Lucio Bonotto Rodrigues, o Máucio, é professor do Departamento de Desenho Industrial da UFSM, e conhecido pelos seus trabalhos enquanto chargista, cartunista e ilustrador. Além disso, Máucio idealiza e organiza eventos ligados à arte gráfica, como é o caso do Cartucho, o Encontro dos Cartunistas Gaúchos, realizado em Santa Maria desde 2003. Contudo, assim como no caso do professor Orlando Fonseca, os mais jovens novamente desconheçam que Máucio participou energicamente de grandes mobilizações da categoria docente. Como no caso da histórica “greve dos 100 dias”, em 1991. Na ocasião, Máucio criou e publicou o boletim “Na greve do zoológico, professores viram bicho”. No material, comparava docentes com animais, a partir de suas características comportamentais e, obviamente, políticas. Nessas, o professor girafa era, por exemplo, radicalmente contra a greve, afinal tinha o olhar superior e vivia nas alturas.

Nessa edição do Ponto de Pauta, Máucio e Orlando falaram um pouco da relação da luta sindical com a arte e a cultura. Avaliaram o uso dessas ferramentas no decorrer desses 30 anos, mas também projetaram o futuro a partir de um contexto como o atual, de ofensiva contra direitos, contra ciência e contra organizações como sindicatos e movimentos sociais, para citar apenas alguns exemplos dos alvos do momento. Nesse cenário, aliás, foram taxativos em afirmar duas das opções de resistência: a arte e a cultura. A entrevista completa você confere no player abaixo.

Texto: Rafael Balbueno
Foto: Divulgação
Assessoria de imprensa da Sedufsm

Fotos da Notícia

Máucio e Orlando falaram sobre o uso dessas ferramentas no decorrer dos 30 anos da Sedufsm, mas também projetaram o futuro.

Compartilhe com sua rede social


© 2021 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041