MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Cartilha sobre a PEC 32


ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que desde o dia 20 de outubro de 2021 recomeçou o atendimento presencial na sede. Os (as) sindicalizados (as) devem entrar em contato pelo e-mail [email protected] ou pelo fone (55) 3222.5765 para fazer o agendamento da ida à sede.


Últimas Notícias

Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
[email protected]

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

24/09/2021   24/09/2021 16h27m   | A+ A- |   301 visualizações

Dica cultural: docente apresenta livro sobre festivais em Rio Grande

Glaucia Konrad indica obra inédita que resultou de dissertação no curso de História da UFRGS

Festivais pesquisados em dissertação ocorreram entre os anos de 1970 e 1976
Festivais pesquisados em dissertação ocorreram entre os anos de 1970 e 1976

Sextou na quarentena! Nesta sexta, 24, a dica cultural vem da professora Glaucia Konrad, do departamento de Arquivologia da UFSM. Ela sugere a leitura de uma obra inédita chamada “A era dos festivais em Rio Grande’, que resulta de uma versão adaptada da dissertação de mestrado de Leandro Braz Costa, defendida em 2013, no programa de pós-graduação em História da UFRGS. O livro, recém-lançado pela editora da FURG (Universidade Federal de Rio Grande), aborda os festivais de música realizados durante os anos de 1970/76, tendo como pano de fundo a cidade de Rio Grande durante a ditadura civil-militar instalada no país. Leia a dica abaixo.

“Apresento como sugestão, o livro A ‘era dos festivais’ em Rio Grande, de autoria de Leandro Braz da Costa, recém-lançado pela Editora da FURG.  A obra é uma versão adaptada da dissertação de mestrado de Costa, realizada no Programa de Pós-Graduação em História da UFRGS, no ano de 2013. O autor aborda os festivais de música realizados durante os anos de 1970 a 1976, tendo como pano de fundo a cidade de Rio Grande durante a Ditadura Civil-Militar.

Pela Lei nº 5.449, de 4 de junho de 1968, o município de Rio Grande foi declarado como Área de Segurança Nacional, em razão de sua condição portuária, industrial e fabril, portanto, um local que deveria ser controlado para evitar movimentos contestatórios e a “ameaça comunista”. É nesse cenário de repressão, censura e violações de direitos humanos impostas pela Ditadura, que se realizaram os festivais musicais em Rio Grande, inicialmente organizados por estudantes, mas que passaram a abranger compositores, músicos e intérpretes rio-grandinos, o que acabou inspirando outros festivais pelo Rio Grande do Sul.



O autor, Leandro Braz Costa, demonstra que “através das concepções sociais dos compositores da época, vislumbra os fazeres das culturas populares enquanto manifestações de conformismo e resistência durante os anos de chumbo e o milagre econômico levados a cabo pela Ditadura Civil-Militar.” O livro está divido em 3 capítulos, que abordam “A cidade de Rio Grande como cenário”, “Festivais de Música: Algumas reflexões necessárias” e “Músicas de Festivais”.”

Referência:

COSTA, Leandro Braz da. A “era dos festivais” em Rio Grande. Rio Grande: Editora da FURG, 2021.

Sobre o autor: Doutorando do Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) da UFSM e trabalha como historiador da Associação dos Professores da Universidade Federal do Rio Grande (APROFURG).

Glaucia Vieira Ramos Konrad

Professora do Departamento de Arquivologia da UFSM.

Imagens: Arquivo
Edição: Fritz R. Nunes (Sedufsm)


(Mais fotos abaixo, em anexo)

Fotos da Notícia

Festivais pesquisados em dissertação ocorreram entre os anos de 1970 e 1976 Professora Glaucia Konrad Capa do livro

Compartilhe com sua rede social


© 2021 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041