Conheça os ‘Karakóis’ do cartunista e professor Máucio SVG: calendario Publicada em
SVG: atualizacao Atualizada em 10/11/23 10h33m
SVG: views 396 Visualizações

Exposição será aberta na segunda, 13 de novembro, na Sala Cláudio Carriconde, na UFSM, e se estende até dia 30 deste mês

Alt da imagem

Nesta sexta, 10 de novembro, a nossa dica cultural é a visitação à ‘Exposição Karakóis’, que acontece de 13 a 30 de novembro, na Sala Cláudio Carriconde, no Centro de Artes e Letras (CAL) da UFSM. Serão expostos mais de 100 cartuns com os personagens ‘Karakóis’, de autoria do cartunista e professor do departamento de Desenho Industrial da UFSM – Campus Sede, Mário Lúcio Bonotto Rodrigues, mais conhecido como Máucio. A abertura da mostra será às 16h de segunda-feira (13). O evento, que também comemora os 60 anos do CAL, tem o apoio da Sedufsm.

Ao lembrar das origens dos ‘Karakóis’, Máucio destaca que surgiram de forma circunstancial, no início da pandemia de Covid-19. A primeira publicação ocorreu no dia 16 de julho de 2020, no Facebook. “Os Karakóis substituíram, de modo possível minha publicação impressa, Massa Folhada, que em março havia sido interrompida devido a pandemia”. Acrescenta ainda que “Os Karakóis se proliferaram rapidamente, com o apoio do público leitor. As incertezas e a tristeza reinante na ocasião, certamente aumentaram sua multiplicação. Hoje já são mais de 500 episódios publicados”, destaca o cartunista.

A jornalista integrante da Associação Brasileira de Críticos de Arte, Néri Pedroso, fala que os Karakóis nasceram em julho de 2020 para amenizar o vazio, o susto e o sofrimento provocados pela necessidade de isolamento da pandemia de Covid-19.
Vani Foletto, professora do departamento de Artes Visuais da UFSM, no texto de apresentação da exposição destaca que o imaginário salva.

Diz ela que “ao lado da angústia proporcionada por alguns acontecimentos que tomamos conhecimento todos os dias, nos sensibiliza a aguçada percepção transformada em cartuns realizados por Máucio. É admirável a sua capacidade de olhar a realidade e dela subtrair verdades escondidas ou veladas, tornando-as poemas ou comentários sintéticos. Através de um jogo de palavras, de rimas, ou de ditos populares, questões políticas, existenciais, históricas e do cotidiano e de um desenho preciso, Máucio faz a sua crítica, porém ela está apresentada com poesia, de maneira sutil e delicada.”

Surgidos na pandemia de forma digital, os Karakóis caracterizam-se por alguns personagens, pouco cenário, texto sintético e tratamento colorido. A referência são os pequenos caracóis e lesmas que surgem nos quintais. Atrás do discurso e da imagem, percebe-se a defesa da liberdade, da democracia, da igualdade e da paz. E o mais significativo é que tudo é apresentado com leveza. No conjunto podemos encontrar um aguçado senso de compreensão e interpretação do mundo e da sociedade contemporânea. Os Karakóis são publicados no perfil do autor no Facebook: Máucio Bonotto Rodrigues (foto abaixo).

Texto: Cadiani Garcez (estagiária)
Edição: Fritz R. Nunes (jornalista)

Imagens: Divulgação e Italo de Paula

 

 

SVG: camera Galeria de fotos na notícia

Carregando...

SVG: jornal Notícias Relacionadas

Professor resgata obra de Luiz Carlos Borges

SVG: calendario 19/07/2024
SVG: tag Cultura
José Iran Ribeiro destaca qualidades de “Itinerário de Rosa”

Um sábado para ouvir “Rock na Concha” em Santa Maria

SVG: calendario 12/07/2024
SVG: tag Cultura
No Dia Mundial do Rock, três bandas se apresentam na Concha Acústica do Parque Itaimbé

Uma oportunidade para conferir a cultura popular no teatro

SVG: calendario 05/07/2024
SVG: tag Cultura
Evento ‘Danças populares no coração do Rio Grande’ poderá ser visto no Theatro 13 de Maio na quinta, 10 de julho

Veja todas as notícias