Notícias

16/07/2019   16/07/2019 17h51 | A+ A- | 243 visualizações

13 de agosto: greve nacional da educação aprovada no 64º Conad

Evento que encerrou domingo, em Brasília, aponta para cenário de mobilizações no país


Debates intensos durante o 64º Conad, de 11 a 14 de julho, em Brasília

Uma das principais deliberações do 64º Conselho do ANDES-SN (Conad), que encerrou domingo (14), em Brasília, foi a decisão de participar da Greve Nacional da Educação, em ampla unidade com as demais entidades do setor de ensino. A paralisação está marcada cada para acontecer no dia 13 de agosto e foi convocada inicialmente pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), juntamente com outras entidades representativas, e que acabou incorporada também ao calendário de lutas da Central Sindical e Popular (CSP-Conlutas).

Na avaliação de Antonio Gonçalves, presidente do ANDES-SN, este é um importante meio para catalisar a construção de uma nova greve geral no país, a exemplo do que aconteceu no dia 14 de junho. ‘‘Travamos uma intensa luta em defesa da educação pública e da seguridade social. Para barrar este governo nefasto, já contribuímos em movimentos como o 15M, o 30M, o 14J e o grande ato da última sexta-feira, 12. Estamos nos somando às entidades da educação para a construção do 13 de agosto. É um gesto muito importante para construir a unidade tão necessária na atual conjuntura do país’’, destacou Antonio.

Outra deliberação importante foi a de convocar, em conjunto com a Coordenação Nacional das Entidades em Defesa da Educação Pública e Gratuita (Conedep), o IV ENE (Encontro Nacional de Educação), em 2021. O 64º Conad teve espaço em suas plenárias também para discutir temas relacionados à política de questão de gênero e diversidade sexual, ciência e tecnologia, comunicação e arte, ajudando na atualização do plano geral de lutas.

A luta contra a reforma da previdência também esteve na pauta dos debates do 64º Conad. Ficou decidido ainda estimular a participação das seções sindicais no Fórum Sindical Popular e de Juventudes por Direitos e Liberdades Democráticas, fortalecendo a Frente Nacional da Escola sem Mordaça, impulsionando a sua construção nos estados e municípios. 



Fotos



* Clique na foto para Ampliar!


Compartilhe com sua rede social!














© 2019 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041
Website por BM2 Tecnologia em Internet