MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Cartilha sobre a PEC 32


ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que desde o dia 20 de outubro de 2021 recomeçou o atendimento presencial na sede. Os (as) sindicalizados (as) devem entrar em contato pelo e-mail [email protected] ou pelo fone (55) 3222.5765 para fazer o agendamento da ida à sede.


Últimas Notícias

Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
[email protected]

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

05/02/2018     | A+ A- |   2128 visualizações

ANDES-SN divulga Carta de Salvador

Documento sintetiza discussões e encaminhamentos do 37º Congresso

Plano de lutas docente é orientado pelas 66 resoluções aprovadas no Congresso
Plano de lutas docente é orientado pelas 66 resoluções aprovadas no Congresso

O ANDES-SN divulgou, por meio da Circular 17/18, a Carta de Salvador, documento que sintetiza as discussões e deliberações do 37º Congresso do Sindicato Nacional, realizado na capital baiana, entre os dias 22 e 27 de janeiro. O maior congresso da história do ANDES-SN, em número de participantes e de seções sindicais, reuniu, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb), 415 delegados e 122 observadores, que representaram 82 seções sindicais espalhadas nas Instituições de Ensino Superior de todo o país. O evento, instância máxima de deliberação do ANDES-SN, teve como tema “Em defesa da educação pública e dos direitos da classe trabalhadora. 100 anos da reforma Universitária de Córdoba”.

A Carta de Salvador, disponível ao final desta matéria, lista as diversas deliberações aprovadas durante o congresso, por exemplo, o aprofundamento da luta contra medidas que atacam os trabalhadores, tais como: a PEC 287/16 da contrarreforma da previdência; a MP 805/17 e suas correlatas no plano dos estados, que aumentam a contribuição previdenciária de 11 para 14%; o PL 116/17, que estabelece regras para a demissão de servidor público estável por "insuficiência de desempenho"; e a MP 792/17 que trata de desligamento voluntário de servidores públicos. 

O documento também traz a centralidade da luta do Sindicato Nacional 2018, definida no primeiro dia do Congresso: “Fortalecer a unidade de ação com os setores dispostos a barrar e revogar as contrarreformas. Construir as lutas e a greve do funcionalismo público federal, estadual e municipal em defesa da educação e dos serviços públicos e da garantia de direitos, rumo a uma nova greve geral. Fora Temer. Nenhum direito a menos”.

Outros eixos de mobilização do ANDES-SN encontram-se registrados no documento, a exemplo das denúncias a casos de violações democráticas e criminalizações políticas; da defesa da Previdência Social universal, do investimento público em Ciência e Tecnologia e da educação como direito social.

Leia aqui a Carta de Salvador

Fonte: ANDES-SN

Foto: Fritz Nunes

Edição: Bruna Homrich

Assessoria de Imprensa da Sedufsm

 

Fotos da Notícia

Plano de lutas docente é orientado pelas 66 resoluções aprovadas no Congresso

Compartilhe com sua rede social


© 2021 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041