MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Cartilha sobre a PEC 32


ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que desde o dia 20 de outubro de 2021 recomeçou o atendimento presencial na sede. Os (as) sindicalizados (as) devem entrar em contato pelo e-mail [email protected] ou pelo fone (55) 3222.5765 para fazer o agendamento da ida à sede.


Últimas Notícias

Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
[email protected]

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

13/08/2019   13/08/2019 12h38m   | A+ A- |   855 visualizações

Segmentos fazem ato na UFSM em defesa da educação

Paralisação de educadores neste 13 de agosto tem abrangência nacional

Ato no campus de Santa Maria iniciou pouco depois das 7h da manhã
Ato no campus de Santa Maria iniciou pouco depois das 7h da manhã

A UFSM, assim como centenas de instituições educacionais do país, entre universidades, institutos federais, escolas públicas, aderiu nesta terça, 13 de agosto, à greve nacional do setor de educação. A paralisação tem por principal objetivo protestar contra os cortes de recursos promovidos pelo governo federal e foi convocada por centrais sindicais e diversas entidades ligados ao setor educacional, entre elas, o ANDES-SN. O programa ‘Future-se’, já apelidado de ‘Fature-se’, também foi repudiado pelos manifestantes que, desde 7h15 da manhã se postaram no arco de entrada do campus de Santa Maria, fechando uma das vias da Avenida Roraima por 5 minutos e liberando por outros 5. O momento em que era fechada a entrada, ocorria a distribuição de panfletos e diálogo com motoristas e pedestres.

Algumas faixas estendidas pelos manifestantes sintetizavam bem o sentimento dos segmentos da UFSM, que é de preocupação e ao mesmo tempo repúdio com a situação calamitosa vivida pelas instituições de ensino superior federais. Dentre as mensagens: “Educação é resistência”; “Nossa arma é a educação’; “Levante-se contra o Future-se”; “Não aos cortes- investimento em pesquisa gera emprego, saúde e desenvolvimento”. Além das faixas, os panfletos eram entregues a quem adentrava a universidade, não apenas pela avenida Roraima a pé, mas até mesmo dentro dos ônibus.

No campus da UFSM em Frederico Westphalen, conforme relato de docentes daquela Unidade, poucos professores deram aula pela manhã e houve concentração de docentes e integrantes dos outros segmentos no hall de entrada do prédio principal, conforme destacamos na foto a seguir. No turno da tarde, professores que aderiram à paralisação vão distribuir panfletos com o mesmo conteúdo do que circulou em Santa Maria, que critica o programa ‘Future-se’.

Em Santa Maria, a partir de 16h desta terça, 13 de agosto, ocorre ato público na praça Saldanha Marinho. Além da comunidade universitária, segmentos ligados à educação pública da cidade também se somarão às manifestações.

(MAIS FOTOS ABAIXO, EM ANEXO)

 

Texto: Fritz R. Nunes (Sedufsm)

Fotos: Fritz Nunes (Santa Maria) e Luciana Carvalho (Frederico Westphalen)

Fotos da Notícia

Ato no campus de Santa Maria iniciou pouco depois das 7h da manhã Pedestres receberam panfletos dos manifestantes tratando do 'Future-se' Usuários do transporte coletivo também foram abrangidos na panfletagem Mobilização também no campus de Frederico Westphalen Estudantes tiveram participação importante no protesto

Compartilhe com sua rede social


© 2021 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041