Feriado de 7 de setembro de mobilização em Santa Maria SVG: calendario Publicada em
SVG: atualizacao Atualizada em 06/09/19 16h26m
SVG: views 2515 Visualizações

Atividade na praça integra luta pela educação, em defesa da Amazônia e o Grito dos Excluídos

Alt da imagem

Neste sábado, 7 de setembro, acontecerá em todo Brasil mais uma manifestação em defesa da educação e contra os retrocessos impostos pelo governo Bolsonaro, como a reforma da previdência, por exemplo. Em Santa Maria, haverá mobilização na praça Saldanha Marinho, a partir das 14h. A programação tem sido construída pela Frente Única dos Trabalhadores e Trabalhadoras (FUTT) e pelos coletivos que a integram. A proposta é que se somem a luta em defesa da educação e da Amazônia, convocada pela União Nacional dos Estudantes (UNE), ao Grito dos Excluídos, mobilização construída desde 1995 por movimentos populares no dia da independência.

De acordo com a diretora da Sedufsm e professora do departamento de Desportos Individuais do Centro de Educação Física (CEFD) , Maristela Souza, a mobilização é mais um importante dia de luta dos trabalhadores e estudantes. “Dia 7 de setembro é uma data em que o Brasil tem a tradição de comemorar a sua independência. Mais do que nunca, temos que ir às ruas e mostrar a nossa disposição para a luta e dizer que não temos o que comemorar, pois estamos rumo ao neocolonialismo, entregando nossas riquezas e a nossa dignidade enquanto trabalhadores através dos cortes para a educação e o ‘Future-se’, que significa a privatização da universidade pública e a reforma da previdência”, destaca Maristela.

Segundo Franciéli Barcellos de Moraes, coordenadora geral do Diretório Central de Estudantes (DCE) da UFSM, a data é um importante dia de mobilização e discussão sobre os desafios da conjuntura. “Nesse dia 7, além de sairmos em marcha, é importante que possamos discutir as questões sobre a Amazônia, ter intervenções artísticas e um palco aberto a todos que quiserem falar”, afirmou a estudante de Jornalismo. Na programação do ato, ainda em construção, haverá uma aula pública e intervenções artísticas relacionadas ao tema das mobilizações. Caso chova, a marcha será mantida e a organização pede que as pessoas compareçam com seus guarda-chuvas, porém, as intervenções artísticas serão canceladas.

Confira mais informações no evento do facebook.


Texto: Lucas Reinehr (estagiário de jornalismo)

Edição: Fritz R. Nunes (Sedufsm)

 

SVG: camera Galeria de fotos na notícia

Carregando...

SVG: jornal Notícias Relacionadas

Sedufsm convoca assembleia para a próxima quinta, 10 de fevereiro

SVG: calendario 04/02/2022
SVG: tag Reforma da Previdência
Deliberação sobre greve unificada do funcionalismo está na pauta

Previdência do servidor sofre novas alterações em 2021

SVG: calendario 06/01/2021
SVG: tag Reforma da Previdência
Regra de transição exigirá, no mínimo, 98 pontos para homens e 88 para mulheres

Novas alíquotas previdenciárias passam a valer a partir de 1º março

SVG: calendario 07/02/2020
SVG: tag Reforma da Previdência
Andes cria calculadora para que docentes conheçam o impacto em seus vencimentos

Veja todas as notícias