MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Cartilha sobre a PEC 32


ATENDIMENTO DA SEDUFSM

A Sedufsm informa que desde o dia 20 de outubro de 2021 recomeçou o atendimento presencial na sede. Os (as) sindicalizados (as) devem entrar em contato pelo e-mail [email protected] ou pelo fone (55) 3222.5765 para fazer o agendamento da ida à sede.


Últimas Notícias

Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
[email protected]

Twitter

SEDUFSM

Facebook

SEDUFSM

Youtube

SEDUFSM

Notícias

20/10/2021   20/10/2021 15h43m   | A+ A- |   213 visualizações

Mobilização do funcionalismo segura votação da PEC 32 em Brasília

Três diretores(as) da Sedufsm participam de mobilizações na Câmara dos Deputados durante esta semana

Delegação da Sedufsm encontra dirigentes da Assufsm na Jornada de Lutas contra a PEC, em Brasília
Delegação da Sedufsm encontra dirigentes da Assufsm na Jornada de Lutas contra a PEC, em Brasília

Se a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/20 ainda não foi à votação no plenário da Câmara dos Deputados é porque servidores e servidoras de todo o país vêm se mobilizando, já há algumas semanas, na capital federal. Desde a segunda, 18, até esta sexta, 22, três representantes da diretoria da Sedufsm integram as manifestações em Brasília e contam que a avaliação, tanto de parlamentares da oposição ao governo quanto de outras categorias e entidades do serviço público, é de que a pressão exercida pelo funcionalismo tem sido a peça-chave a garantir que Arthur Lira (PP-AL) não acumule segurança o suficiente para colocar o tema sob apreciação.

Após participarem de protestos no aeroporto da capital na terça, 19, Ascísio Pereira, Liane Weber e Teresinha Weiller visitaram gabinetes de deputados e deputadas e engrossaram os atos públicos em frente ao Congresso Nacional.

“Ontem [terça] foi bastante movimentado. Tivemos atividade das sete horas da manhã até às 10h30 no aeroporto de Brasília, onde recebemos deputados e deputadas. Depois, o ato se direcionou para o Anexo 4 do Congresso Nacional e lá permaneceu durante o dia inteiro, porque os(as) deputados(as) faziam passagens ali e aqueles e aquelas parlamentares que têm compromisso contra a PEC 32 fizeram falas. Nós, da Sedufsm, conseguimos credenciais para entrarmos no Congresso e fomos a gabinetes de deputados e deputadas”, conta Pereira. O objetivo das visitas aos gabinetes é fazer um “corpo a corpo” com os(as) políticos(as), tentando sensibilizá-los para que não cedam às pressões governistas e se posicionem contrários à PEC, que inaugura a Reforma Administrativa e, se for aprovada, representará o mais duro golpe que os serviços públicos, seus servidores e servidoras, bem como toda a população usuária, já receberam no Brasil.

“A avaliação central que se tem aqui, pelos(as) parlamentares e pelo movimento, é de que não se votou a PEC até agora devido a essa pressão dos servidores. É fundamental a continuidade das manifestações  – nessa e nas próximas semanas, para que o processo não seja votado. A pressão continua e seguiremos aqui”, avalia Pereira, que é vice-presidente da Sedufsm.

“Quem vota, não volta”

Esse tem sido o grito de ordem majoritário nas manifestações do funcionalismo e dos movimentos sociais em Brasília. Com ele, os servidores e servidoras expressam sua vigilância com os votos dos(as) parlamentares.

“Esse movimento tem sido de suma importância para fazer frente à PEC, porque é aqui que se tomam as decisões. Portanto, mais do que nunca se faz necessária a presença dos servidores e servidoras das esferas federal, estadual e municipal, no sentido da defesa dos serviços públicos, que são nosso grande patrimônio e têm de serem preservados para que as gerações futuras também possam ter esperança”, pondera Teresinha Weiller.

Nesta quarta, conta a dirigente da Sedufsm, as mobilizações seguem firmes em Brasília, especialmente em frente ao Ministério da Economia. De lá, a caminhada se dirigiu até o Congresso para mobilizar e sensibilizar deputados(as) e suas bases eleitorais.

Liane Weber, também representando a Sedufsm na caravana, comenta que as atividades em Brasília têm garantido visibilidade à luta contra a PEC 32 e à Reforma Administrativa.

Todos os deputados e deputadas com quem tivemos contato partilham do mesmo ponto de vista: estarmos mobilizados, presentes e fazendo barulho faz com que a PEC não seja votada e que os congressistas que ainda estão indecisos não cedam à pressão governista. Estamos muito contentes de representarmos a Sedufsm neste movimento”, garante Liane.

Cabe lembrar que a organização de caravanas da Sedufsm para a Jornada de Lutas contra a PEC 32 em Brasília foi uma deliberação da assembleia docente ocorrida em 28 de setembro. Na primeira  semana de outubro o diretor Leonardo Botega também esteve representando a seção sindical em atos na capital.

 

Texto: Bruna Homrich

Imagens: Divulgação

Assessoria de Imprensa da Sedufsm  

Fotos da Notícia

Delegação da Sedufsm encontra dirigentes da Assufsm na Jornada de Lutas contra a PEC, em Brasília

Compartilhe com sua rede social


© 2021 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041