MOBILIZAÇÃO CONTRA REFORMA ADMINISTRATIVA

Cartilha sobre a PEC 32

Últimas Notícias

Espaço Cultural

Reflexões Docentes

Contatos SEDUFSM

(55) 3222 5765

Segunda à Sexta
08h às 12h e 14h às 18h

Endereço

SEDUFSM
Rua André Marques, 665
Centro, Santa Maria - RS
97010-041

Email

Fale Conosco - escreva para:
sedufsm@terra.com.br

Notícias

29/04/2022 10h53m   29/04/2022 11h00m   | A+ A- |   392 visualizações

Números da vacinação contra a Covid-19 em Santa Maria abaixo do ideal

Na faixa etária de 5 a 11 anos, menos da metade dos que tomaram a primeira dose da vacina foram imunizados com a segunda

Vacina da gripe passa a ter destaque em ações no município de Santa Maria
Vacina da gripe passa a ter destaque em ações no município de Santa Maria

Há um consenso entre especialistas de que, a causa da queda de casos graves de covid-19, bem como de hospitalizações e mortes, está diretamente relacionada à imunização de parcela significativa da população. Entretanto, se pegarmos apenas os dados de Santa Maria, podemos observar que eles alcançaram um bom patamar na primeira dose, caem um pouco na segunda dose e depois também se reduzem na dose de reforço.

No caso da faixa etária que teve acesso mais tarde às vacinas, que é das crianças de 5 a 11 anos, os números ainda não alcançaram um patamar satisfatório. Conforme dados do portal “Santa Maria vacina”, da prefeitura de Santa Maria, a primeira dose foi aplicada em 14.403 crianças, enquanto, a segunda dose, até o momento, atingiu menos da metade dos que tomaram a primeira: 6.346. Os dados são atualizados semanalmente, sendo que a atualização mais recente ocorreu em 23 de abril.

Quando observados os números da vacinação de adultos, eles mostram com exatidão que, da primeira dose até a de reforço, foram caindo, mesmo considerando que a dose de reforço ainda esteja em andamento.

Na primeira dose, a prefeitura de Santa Maria recebeu 245.749 vacinas e aplicou 242.399. Da segunda dose  foram aplicadas 218.721, ou seja, 90% do total da primeira. Já no que se refere à dose de reforço, foram 156.445 dose recebidas até o momento e 128.854 pessoas imunizadas. Como se percebe, no caso da segunda dose, foram quase 30 mil doses a menos que a primeira, e na de reforço, pouco mais da metade aplicadas até agora, se comparadas com a primeira dose.

A assessoria de imprensa da Sedufsm entrou em contato com a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Santa Maria, que repassou os dados aqui publicados. Entretanto, em relação às dúvidas, como por exemplo, diferenças entre doses distribuídas e doses aplicadas, até o fechamento da matéria não havíamos obtido respostas. Caso cheguem essas respostas, atualizaremos essa notícia.

Vacina contra a gripe

O governo do Estado antecipou para segunda passada (25 de abril) o início da vacinação das crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade contra a influenza (gripe) e contra o sarampo. As orientações serão seguidas pela Prefeitura de Santa Maria. Neste sábado (30), será o Dia D, com a abertura extraordinária das unidades de saúde para a aplicação das doses.

O público infantil iria começar a estratégia somente em 3 de maio, mas o início foi antecipado devido à crescente demanda em atendimentos de urgência pediátrica na rede de saúde por quadros clínicos respiratórios, esclarece a prefeitura. O público dentro dessa faixa etária no Rio Grande do Sul é estimado em 620 mil crianças. A meta é vacinar 90% desse número.

Em Santa Maria, as doses seguem disponíveis nas unidades e Estratégias Saúde da Família (ESFs) que possuem salas de vacina. Cada local tem dias e horários diferentes de abertura. Por isso, os usuários devem procurar com antecedência suas unidades de referência para verificar o acesso. Conforme a secretaria de Comunicação da Prefeitura, a procura pela vacina da gripe ainda está baixas, mas com expectativa de reversão da procura a partir de sábado. 

A vacinação segue aberta para os grupos dos idosos e trabalhadores da saúde, que começaram a ser imunizados em 4 de abril. Já em 3 de maio iniciam os demais grupos prioritários, como gestantes, puérperas, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, entre outros. Quanto a professores e professoras, conforme a secretaria de Comunicação da Prefeitura, não há data específica para a vacinação, pois estão enquadrados no grupo geral.

 

Texto: Fritz R. Nunes com informações do site da Fiocruz e PMSM.
Foto: Ariéli Ziegler/PMSM
Assessoria de imprensa da Sedufsm

 

 

Fotos da Notícia

Vacina da gripe passa a ter destaque em ações no município de Santa Maria

Compartilhe com sua rede social


© 2023 SEDUFSM
Rua André Marques, 665 - Centro, Santa Maria, RS - 97010-041