ANDES-SN participa de reunião com governo para cobrar revogação de portaria 10.723 SVG: calendario Publicada em 23/02/23 18h42m
SVG: atualizacao Atualizada em 23/02/23 18h43m
SVG: views 287 Visualizações

Medida implementada no governo anterior trata da redistribuição de cargos efetivos na Administração Federal

Alt da imagem
Integrantes do ANDES-SN e de outras entidades que fazem parte do Fonasefe em reunião nesta quinta-feira

O Sindicato Nacional dos Docentes (ANDES-SN) participou na manhã desta quinta-feira (23) de reunião com o secretário de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho, Sérgio Mendonça, para cobrar a revogação da portaria 10.723/2022, que trata da redistribuição de cargos efetivos na Administração Pública Federal.

Representaram o Sindicato Nacional, a 2ª secretária da entidade, Francieli Rebelatto, e a 1ª vice-presidenta da Regional Planalto, Neila Souza. Também estiveram presentes dirigentes da Fasubra, do Sinasefe e outras entidades que compõem o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe).

Conforme Francieli Rebelatto, a portaria 10.723 é mais um entulho autoritário do governo Bolsonaro, que entrou em vigor no dia 20 de dezembro de 2022, e que vem trazendo sérias consequências para docentes e servidores e servidoras técnico-administrativos das Instituições Federais de Ensino.

As entidades cobraram a imediata revogação da portaria e Sérgio Mendonça sinalizou que o governo deve encaminhar uma proposta de minuta, nos próximos dias que não crie empecilhos para que servidores e servidoras possam fazer a redistribuição.

A diretora do ANDES-SN pontuou ainda que foi exigido do governo que qualquer nova portaria que venha a ser editada não mantenha os requisitos apontados pelo TCU na 10.723. "Explicitamos que não aceitamos a proposta de manter os requisitos que constam na portaria e querermos a revogação total da 10723. Reforçamos também que a nova norma deve se atentar aos critérios previstos na Lei 8112, que rege a carreira do servidor e da servidora federal", afirmou Francieli.

“Nos dias 4 e 5 de março, nós temos uma reunião do Setor das Instituições Federais (Ifes), quando vamos poder discutir, entre outros temas, também essa questão”, destacou a 2ª secretária do ANDES-SN.

 

Fonte e imagem: ANDES-SN
Edição: Fritz R. Nunes (Sedufsm)

 

SVG: camera Galeria de fotos na notícia

Carregando...

SVG: jornal Notícias Relacionadas

Em nota ANDES-SN repudia declaração do presidente do CNPq

SVG: calendario 05/02/2024
SVG: tag ANDES-SN
Durante o VI GBMeeting, ocorrido na última terça, 30, Ricardo Galvão, declarou o movimento Parent in Science um empecilho ao Conselho

Setor das Federais do ANDES rejeita 0% de reajuste salarial em 2024

SVG: calendario 30/01/2024
SVG: tag ANDES-SN
Luta segue por índice de recomposição salarial que abranja ativos(as) e aposentados(as), além de retomada de negociação da carreira

ANDES-SN repudia discriminação do CNPq contra pesquisadora

SVG: calendario 08/01/2024
SVG: tag ANDES-SN
Conselho usou a gravidez como justificativa para reprovar professora da UFABC em edital de pesquisa
Veja todas as notícias