Que tal saber mais sobre Lupicínio Rodrigues? SVG: calendario Publicada em
SVG: atualizacao Atualizada em 15/09/23 15h23m
SVG: views 1561 Visualizações

Sugestão é assistir ao filme que será exibido gratuitamente no Centro de Convenções da UFSM, no sábado, 23 de setembro

Alt da imagem

A dica cultural desta sexta, 15 de setembro, vem do Grupo de Estudos Sobre Pós-Abolição - GEPA UFSM, que indica a exibição pública do filme "Lupicínio Rodrigues: confissões de um sofredor" no Centro de Convenções da UFSM no próximo sábado (23 de setembro) a partir das 19h. Bernardo Guterres, estudante de artes visuais da UFSM e integrante do GEPA, destaca que é uma obra que faz justiça à produção de Lupi, denuncia as violências e violações vivenciadas por ele, mas, sobretudo, faz jus a Lupi como ser humano.

A produção conta a história do poeta através das origens mais remotas de Lupi, apontando sua ancestralidade africana, a partir dos casais de seus pentavós: Antônio Benguela e Rosa Rebolo e Pedro e Josefa Benguela. A história de seus familiares foi redescoberta pelos/as pesquisadores/as do GEPA – UFSM, eles/as são africanos/as nascidos/as no século XVIII, traficados/as para o Brasil e escravizados/as por José Carneiro Geraldes, na cidade de Mostardas.

Pesquisadores/as do GEPA-UFSM fizeram a assessoria histórica para a obra. A produção do filme procurou o grupo devido à importância da passagem do Lupicínio por Santa Maria/RS, onde viveu nos anos 1930, e compôs ‘Felicidade’, local que ele se referia como a "cidade que despertou o seu coração".

Santa Maria proporcionou ao compositor experiências nos clubes sociais negros, onde conheceu o seu primeiro grande amor, Inah Pereira Soares, mulher negra, de quem foi noivo, mas também por quem foi preterido, arrebatando o seu coração e tornando-se tema de várias canções, tais como ‘Nervos de Aço’ e ‘Zé Ponte’, conforme Bernardo.

"Lupicínio Rodrigues: confissões de um sofredor" é produzido pela Plural Filmes, em coprodução com o Canal Curta!; Direção de Alfredo Manevy; Roteiro de Alfredo Manevy, Armando Almeida e Marcia Paraiso e teve a assessoria histórica colaborativa de pesquisadores/as que integram o GEPA-UFSM.

Ingressos gratuitos
Os ingressos são gratuitos e podem ser trocados por 1kg de alimento não perecível. Um dos locais para a troca de ingresso por alimento é a sede da Sedufsm (rua André Marques, 665, centro de Santa Maria). Os outros locais em que os ingressos podem ser trocados são: Centro de Artes e Letras (CAL/ UFSM), Centro de Ciências Sociais e Humanas (CCSH) no campus de Camobi, Arquivo Histórico Municipal (AHMSM) e Ará Dudu.

Pontos de retirada de ingressos:
Sedufsm: rua André Marques, 665
CAL-UFSM: Prédio 40, campus de Camobi
CCSH-UFSM: Prédio 74, campus de Camobi
Ará Dudu: rua Dr. Turi, 2070
AHMSM:  Rua Appel, 900. 

O evento é uma realização do GEPA-UFSM, com financiamento da UFSM, PRE-UFSM, CCSH- UFSM, CAL-UFSM, CC-UFSM e SEDUFSM e apoio da PLURAL FILMES, ODH-UFSM,  PPGH-UFSM, DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA UFSM, CURSOS DE HISTÓRIA UFSM, AHMSM, DAQUIPALM UFSM, CASA VERÔNICA, MARIAS BONITAS FAZENDO HISTÓRIA, VILA RESISTÊNCIA, ATELIÊ GRIÔ, ARÁ DUDU.

Estagiária de Jornalismo: Cadiani Lanes Garcez
Jornalista: Fritz R. Nunes
Imagens: Divulgação
Assessoria de impresa da Sedufsm

SVG: camera Galeria de fotos na notícia

Carregando...

SVG: jornal Notícias Relacionadas

Um livro para lembrar da Boate do DCE e de Júpiter Maçã

SVG: calendario 21/06/2024
SVG: tag Cultura
Professor José Marcos Froehlich comenta a leitura de “Um lugar do caralho”

Drama palestino é tema de documentários que serão debatidos na UFSM

SVG: calendario 14/06/2024
SVG: tag Cultura
Migraidh, Cátedra Sérgio Vieira de Mello e Comitê Palestina Livre realizam na próxima quinta, 20 de junho, um cine debate

Professor destaca conteúdo político da saga “Planeta dos macacos”

SVG: calendario 07/06/2024
SVG: tag Cultura
Amarildo Trevisan reflete sobre aspectos que lembram o momento de extremismos da sociedade atual

Veja todas as notícias