Documentário aborda precarização do trabalho sob a ótica da terceirização SVG: calendario Publicada em
SVG: atualizacao Atualizada em 10/05/24 14h57m
SVG: views 363 Visualizações

Professora Vânia Paz sugere, na dica cultural, o filme "Terceirizado, um trabalhador brasileiro"

Alt da imagem

Nesta sexta, 10 de maio, a dica cultural é da professora Vânia Rey Paz, do departamento de Administração da UFSM em Palmeira das Missões. A sugestão é assistir ao documentário "Terceirizado, um trabalhador brasileiro", que aborda a precarização do trabalho sob a ótica da terceirização. O filme, que é uma produção do Grupo de Pesquisa Trabalho e Capital da Faculdade de Direito da USP, possui aproximadamente 1h19min de duração e está disponível no Youtube. Leia a dica logo abaixo.


"O filme Terceirizado, um trabalhador brasileiro, é um documentário-denúncia, que aborda a precarização do trabalho sob a perspectiva da terceirização no país. Mostrando que a mesma consiste numa relação triangular, entre a empresa prestadora de serviços (que contrata o trabalhador terceirizado); o trabalhador e a tomadora de serviço (que recebe a prestação do serviço). Sendo o vínculo do trabalhador com a empresa prestadora de serviço. Enquanto com a tomadora há a prestação do serviço.

No documentário, essa modalidade de contratação, é narrada pelos próprios trabalhadores, inclusive no setor público, onde a terceirização fere gravemente preceitos constitucionais fundamentais.

Até a época em que o filme foi realizado (2015), foi possível detectar muito bem os efeitos da precarização do trabalho naqueles segmentos atingidos pela terceirização, condicionados às denominadas “atividades-meio” (acessórias, complementares) do tomador de serviços.

Contudo, outra etapa desse movimento, ocorre em 2017, com a aprovação da “Reforma trabalhista” (lei 13.467/17), que regulamentou e radicalizou ainda mais a Terceirização no país. Tornando-a possível em qualquer atividade do tomador de serviços, inclusive em sua denominada “atividade-fim” (inerente, principal). Promovendo uma mudança de paradigma no mundo do trabalho, tanto para a iniciativa privada como para a Administração Pública.

O filme aprofunda a perspectiva no âmbito do setor público, onde existe uma crescente preocupação em relação ao avanço do processo de terceirização na execução das atividades-fim, com o aumento de profissionais contratados exercendo as mesmas funções que um servidor público de carreira. Surgindo como uma alternativa de contratação de pessoal para suprir a insuficiência de servidores.

O documentário é muito representativo desse movimento, um manifesto mostrando que abriu-se uma porta para um mundo de incertezas, e que fechá-la será difícil. Mas, parece que não poderemos fugir dessa tarefa. Retomar a orientação constitucional da sociedade que buscamos, cuja base é fundamentada nos valores sociais do trabalho e da dignidade.

Vale muito assistir!
O documentário, Terceirizado: um trabalhador brasileiro (2015) - foi produzido pelo grupo de pesquisa trabalho e capital do Curso de Direito da Universidade de São Paulo - USP, Coordenado pelo juiz do trabalho e professor da USP, Jorge Souto Maior."

Vânia Rey Paz
Professora do departamento de Administração da UFSM/Palmeira das Missões.

Confira o link para o documentário:



Imagens: Divulgação e arquivo pessoal
Edição: Fritz R. Nunes (Sedufsm)

SVG: camera Galeria de fotos na notícia

Carregando...

SVG: jornal Notícias Relacionadas

‘Privacidade hackeada’ é a sugestão para assistir no feriadão

SVG: calendario 29/05/2024
SVG: tag Cultura
Documentário de 2019 é a dica cultural da professora Glaucia Konrad

Domingo é dia de reunir arte e solidariedade

SVG: calendario 24/05/2024
SVG: tag Cultura
Projeto ‘Entre amigos’ reúne “música, solidariedade e caridade” no domingo, 26, no Instituto Espírita Leocádio Correia

Confira a exposição “Santa Maria de todas as graças”

SVG: calendario 16/05/2024
SVG: tag Cultura
Cartunista e professor da UFSM, Máucio expõe cerca de 40 trabalhos na Câmara de Vereadores, entre 15 e 28 de maio

Veja todas as notícias