UFSM recebe verba emergencial para recuperar estragos das chuvas SVG: calendario Publicada em
SVG: atualizacao Atualizada em 28/05/24 18h27m
SVG: views 274 Visualizações

Recurso liberado pelo MEC foi de R$ 8,5 milhões, mas ainda há expectativa de mais R$ 4 milhões via Setec

Alt da imagem
Campus da UFSM em Santa Maria, com prédio da Reitoria ao fundo

Na última sexta, 24 de maio, o reitor da UFSM, Luciano Schuch, informou que recursos emergenciais solicitados pela UFSM ao Governo Federal foram liberados pelo Ministério da Educação (MEC), via Secretaria de Educação Superior. Em um primeiro momento, um montante de R$ 8,5 milhões foi enviado à instituição para recuperar estragos causados pelas chuvas que nas últimas semanas provocaram a calamidade pública no Rio Grande do Sul.

Conforme o reitor, entre as obras contempladas com esses recursos está a reforma do telhado da Casa do Estudante Universitário, reforma do prédio 44C (do Centro de Ciências Rurais) e a compra de equipamentos necessários para a recuperação dos documentos do Departamento de Arquivo Geral, entre outras.

Uma boa parte desse dinheiro será usada também para compensar gastos emergenciais que a UFSM teve nos últimos dias. Está prevista ainda a liberação de recursos de quase R$ 4 milhões pelo MEC (direcionados aos colégios da universidade), por meio da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica.

Já no sábado, 25, o ministro da Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul, o santa-mariense Paulo Pimenta, fez uma visita à Reitoria, onde foi recebido, entre outras autoridades, pela vice-reitora, professora Martha Adaime.

Além de agradecer ao ministro pela liberação dos recursos, a vice-reitora entregou a Pimenta e aos/às demais presentes à reunião, exemplares da 13ª edição da revista Arco, de setembro de 2003. A publicação, que trata de pautas científicas e culturais, abordou na edição citada, as mudanças climáticas no planeta Terra. O representante do governo federal destacou a importância da UFSM na esfera regional.

Apoio em diversas frentes

Segundo um balanço efetuado pelo Ministério da Educação, desde o início da crise socioambiental no RS, as frentes de ações são diversas para minimizar os efeitos da catástrofe climática e humanitária.

Para a implementação dessas ações, que incluem, por exemplo, arrecadação e distribuição de donativos, acolhimento de pessoas e de animais domésticos, foi fundamental a participação de todas as universidades federais gaúchas (UFSM, UFRGS, UFPel, FURG, Unipampa), além dos Institutos Federais. Os hospitais universitários dessas instituições também foram de extrema relevância para atendimento dos/as feridos/as.

Afora o papel dessas instituições, que são vinculadas ao MEC, a pasta da Educação ainda tem destinado recursos para a construção ou reconstrução de pelo menos 50 escolas em todo o Rio Grande do Sul. Os municípios, estados e a rede federal poderão também disponibilizar recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) para a compra e distribuição de kits alimentícios diretamente às famílias dos estudantes. O MEC também informou que fará análises técnicas com vistas a liberar o pagamento de parcela emergencial do Programa Dinheiro Direto da Escola (PPDE).

 

Texto: Fritz R. Nunes com informações da UFSM e GZH
Fotos: Arquivo e Gabriel Escobar/Site da UFSM
Assessoria de imprensa da Sedufsm

 

SVG: camera Galeria de fotos na notícia

Carregando...

SVG: jornal Notícias Relacionadas

Sedufsm não terá expediente na tarde de terça, 11 de junho

SVG: calendario 07/06/2024
SVG: tag Sedufsm
Motivo é a realização da Marcha em Defesa da Educação que ocorre neste dia

“Se tem um caminho de gerenciamento de desastres é na efetivação de políticas públicas”

SVG: calendario 06/06/2024
SVG: tag Sedufsm
Tragédia climática e políticas públicas são os temas da 89ª edição do Ponto de Pauta, com Nadianna Marques

Seção Sindical não terá expediente nos dias 30 e 31 de maio

SVG: calendario 27/05/2024
SVG: tag Sedufsm
Sedufsm volta a atender em seu horário habitual na segunda, 3 de junho

Veja todas as notícias