‘Privacidade hackeada’ é a sugestão para assistir no feriadão SVG: calendario Publicada em
SVG: atualizacao Atualizada em 29/05/24 09h48m
SVG: views 364 Visualizações

Documentário de 2019 é a dica cultural da professora Glaucia Konrad

Alt da imagem

Nesta quarta, 29 de maio, véspera do feriadão de Corpus Christi, a dica cultural é de Glaucia Vieira Ramos Konrad, do departamento de Arquivologia da UFSM. A sugestão da professora é assistir o documentário de 2019 intitulado “Pivacidade Hackeada”. O filme apresenta um dos principais escândalos que atingiu o mundo da tecnologia e da política e tem a direção dos cineastas egípcios Jehane Noujaim e Karim Amer. O documentário pode ser encontrado na plataforma Netflix e tem duração de 114 min. Acompanhe a dica da professora Glaucia Konrad, abaixo.

“Privacidade hackeada (The Great Hack) é um documentário que apresenta um dos principais escândalos que atingiu o mundo da tecnologia e da política. Ele não apenas revela os detalhes do caso envolvendo a Cambridge Analytica, mas também explora as ramificações mais amplas da coleta e manipulação de dados em larga escala. Destaca como a Cambridge Analytica, por meio da aquisição ilegal de dados do Facebook, foi capaz de criar perfis altamente segmentados dos eleitores americanos, visando influenciar suas decisões nas eleições presidenciais de 2016. Essa manipulação levanta questões profundas sobre a ética da utilização de dados pessoais para fins políticos e o impacto que isso pode ter na integridade dos processos democráticos.

Além disso, Privacidade Hackeada também oferece um olhar crítico sobre o papel das redes sociais e das empresas de tecnologia na coleta e uso de dados dos usuários. Ele questiona o nível de controle e transparência que os usuários têm sobre suas próprias informações pessoais e indica a necessidade urgente de regulamentações mais rígidas para proteger a privacidade online.

Os protagonistas do documentário, incluindo Brittany Kaiser, David Carroll e Carole Cadwalladr, desempenham papéis fundamentais na narrativa, trazendo suas perspectivas únicas sobre o caso e suas consequências. Suas histórias pessoais adicionam profundidade e humanidade à narrativa, tornando-o não apenas uma exposição dos fatos, mas também uma reflexão sobre as implicações mais amplas da era digital em que vivemos. Oferece uma análise profunda e perspicaz de um dos temas mais urgentes de nosso tempo. Ao mesmo tempo que alerta sobre os perigos da exploração desenfreada de dados, também inspira a reflexão sobre como podemos proteger e preservar nossa privacidade em um mundo cada vez mais conectado.”

Glaucia Vieira Ramos Konrad
Professora Associada do departamento de Arquivologia da UFSM.

 

Imagens: Divulgação e Arquivo/Sedufsm
Edição: Fritz R. Nunes (Sedufsm)

 

SVG: camera Galeria de fotos na notícia

Carregando...

SVG: jornal Notícias Relacionadas

Drama palestino é tema de documentários que serão debatidos na UFSM

SVG: calendario 14/06/2024
SVG: tag Cultura
Migraidh, Cátedra Sérgio Vieira de Mello e Comitê Palestina Livre realizam na próxima quinta, 20 de junho, um cine debate

Professor destaca conteúdo político da saga “Planeta dos macacos”

SVG: calendario 07/06/2024
SVG: tag Cultura
Amarildo Trevisan reflete sobre aspectos que lembram o momento de extremismos da sociedade atual

Domingo é dia de reunir arte e solidariedade

SVG: calendario 24/05/2024
SVG: tag Cultura
Projeto ‘Entre amigos’ reúne “música, solidariedade e caridade” no domingo, 26, no Instituto Espírita Leocádio Correia

Veja todas as notícias