Sedufsm solicita reunião pública na Câmara de Vereadores para tratar sobre cortes orçamentários na UFSM SVG: calendario Publicada em
SVG: atualizacao Atualizada em 06/06/22 18h29m
SVG: views 715 Visualizações

Dirigentes sindicais reuniram-se com o presidente da Casa, Valdir Oliveira, nesta segunda, 6

Alt da imagem
Diretores/as da Sedufsm, vereador Valdir Oliveira (com a camiseta do sindicato em mãos) e assessor Rogério Rosado (à direita)

Na tarde desta segunda-feira, 6, os/as diretores/as Ascísio Pereira, Márcia Morschbacher, Leonardo Botega e Marian Noal Moro reuniram-se com o presidente da Câmara de Vereadores de Santa Maria, Valdir Oliveira (PT), para solicitar a convocação de uma reunião pública com o objetivo de discutir os impactos dos cortes orçamentários na UFSM em Santa Maria e região.

As e os diretores relataram à Oliveira um pouco do cenário de estrangulamento reservado à universidade, que já amargava, no início de 2022, uma redução orçamentária de 26% em relação a 2019 (último ano de presencialidade). À essa redução foi acrescido, no último dia 27 de maio, um novo corte de aproximadamente R$ 19 milhões, o que vem preocupando fortemente tanto a Administração Central quanto estudantes, docentes, técnico-administrativos em educação e todas as pessoas que prezam pela universidade e reconhecem a importância da instituição para as cidades que abrigam seus campi.

“Estamos perdendo nossos/as trabalhadores/as terceirizados/as”, comenta Pereira, referindo-se aos cortes de postos de trabalho demandados pelos cortes, e que, consequentemente, vêm gerando diversas demissões e uma precarização nos serviços da universidade.

Pereira ainda antecipou que, para esclarecerem melhor a comunidade universitária e a sociedade santa-mariense a respeito dos impactos destrutivos dos cortes, as entidades representativas dos segmentos da UFSM propuseram duas ações: a realização de uma audiência pública interna na universidade; e a promoção de uma reunião pública na Câmara de Vereadores para que esse debate alcance as pessoas de fora da instituição. Em ambos os espaços também devem ser traçadas estratégias de mobilização para barrar os cortes e o sucateamento imposto pelo governo Bolsonaro às universidades e institutos federais.

A audiência no campus já tem data para acontecer: nesta quinta-feira, 9 de junho, às 10h, no auditório Lói Trindade Berneira (prédio 18 C – Química). Já a reunião pública na Câmara terá data e horário a serem confirmados nos próximos dias. Assim que os tivermos, divulgaremos aqui em nosso site.

 

Texto e fotos: Bruna Homrich

Assessoria de Imprensa da Sedufsm

SVG: camera Galeria de fotos na notícia

Carregando...

SVG: jornal Notícias Relacionadas

UFSM recebe verba emergencial para recuperar estragos das chuvas

SVG: calendario 28/05/2024
SVG: tag Sedufsm
Recurso liberado pelo MEC foi de R$ 8,5 milhões, mas ainda há expectativa de mais R$ 4 milhões via Setec

Seção Sindical não terá expediente nos dias 30 e 31 de maio

SVG: calendario 27/05/2024
SVG: tag Sedufsm
Sedufsm volta a atender em seu horário habitual na segunda, 3 de junho

Comando Local de Greve divulga nota de apoio ao mapeamento da comunidade atingida pelos eventos climáticos

SVG: calendario 16/05/2024
SVG: tag Sedufsm
“A PRPGP da UFSM, parece não estar interessada em saber a situação das pessoas que fazem parte da comunidade universitária neste momento difícil”, ressalta o texto

Veja todas as notícias